Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Desvio de fundos leva 16 funcionários públicos a prisão em Nampula

Um total de 16 funcionários do Estado estão detidos na província de Nampula, Norte de Moçambique, indiciados de desvio de cerca de 11 milhões de meticais (cerca de 413 mil dólares americanos) do erário público.

Os funcionários, já acusados pelo Ministério Público, têm os seus processos em instrução contraditória na Quinta Sessão do Tribunal Judicial provincial de Nampula.

O processo-crime em curso resulta de uma auditoria realizada pelo Ministério das Finanças e outras instituições do Estado em Nampula.

O montante em causa foi saqueado pelos indiciados, usando artimanhas tais como a duplicação de folhas de salários.

Cristóvão Mondlane, Porta-voz da Procuradoria da República provincial em Nampula, é citado pela Rádio Moçambique a afirmar que estas detenções estão enquadradas numa campanha em curso contra aqueles que usam todos os meios para se apoderarem ilicitamente dos fundos do Estado.

Estão neste processo-crime alguns funcionários sénior das direcções provinciais do Plano e Finanças e da Educação e Cultura e antigos directores dos serviços distritais de Educação, Juventude e Tecnologia e respectivos chefes administrativos de Malema, Murrupula, Nacala-a-Velha e Monapo.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!