Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Massificação da piscicultura consome USD 14 milhões

Cerca de USD 14 milhões estão a ser aplicados desde 2013 em acções de investigação pesqueira visando a massificação da piscicultura em Moçambique, segundo o Ministério das Pescas.

O financiamento é dos governos da Noruega e da Islândia e faz parte de um pacote aprovado por aqueles dois países avaliado em cerca de USD 33,3 milhões em donativo para apoiar Moçambique no processo de descentralização de fundos para o desenvolvimento da aquacultura.

Basicamente, o fundo destina-se à construção de mais de tanques de pesquisa da piscicultura visando o aumento dos níveis de produção para diminuir o défice de pescado.

Entretanto, a província de Sofala, apesar de ser uma das maiores produtoras de pescado no país, fechou o ano de 2013 com um défice de pescado de cerca de quatro mil toneladas devido às cheias do início do ano que destruíram muitas áreas de produção.

Para minimizar os efeitos das cheias, a Direcção Provincial de Pescas de Sofala prevê aplicar em 2014 cerca de 661 mil meticais na recuperação dos tanques de produção destruídos e prová-los com 453 mil alevinos.

Refira-se que o sector de Pescas na província de Sofala atingiu uma produção de cerca de 97,5 mil toneladas de pescado diverso em 2013, representando um crescimento na ordem dos 32% comparativamente a 2012.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!