Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

https://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.html
Publicidade

Encontrada no distrito de Sanga cegonha branca com dois anéis

Uma ave migratória foi, em meados de Dezembro de 2013, encontrada por dois jovens na lagoa Licoli, distrito de Sanga, província do Niassa, com dois anéis nas patas com referência Z1794 Polónia.

Trata-se de uma cegonha encontrada já muito debilitada, segundo o representante da organização não-governamental WWF na província do Niassa e executor do projecto da Reserva Parcial do Lago Niassa, Geraldo Chizango, afiançando que a espécie deve ter pousado nas proximidades do povoado Chonga-Mdembo, pois trata-se de uma zona com características similares ao seu presumível habitat natural da Polónia.

Depois de alimentada, a cegonha já mostra sinais de recuperação e movimenta-se facilmente, segundo ainda Chizango, realçando que quando viu que a ave trazia alguma identificação nas patas, percebeu que a mesma deve ter sido lançada para efeitos de investigação, “por isso seria importante preservá-la de modo a se identificar a sua origem”.

A fonte indicou a seguir que a sua expectativa é de ver a ave a retornar aos seus legítimos donos “porque acredito que neste momento devem estar à sua procura e ficariam muito satisfeitos se a encontrassem”.

A cegonha continua, entretanto, no Niassa, e foi acolhida por uma família com melhores condições em termos de espaço físico junto ao lago Niassa e já se encontra totalmente reabilitada, segundo Alvo Ofumane, da área de Comunicação da organização WWF de Moçambique, ouvido esta segunda-feira, segundo o Correio da manhã.

Refira-se que a área onde a ave foi encontrada não é usualmente habitada por cegonhas, o que reforça a hipótese de esta ter migrado do seu habitat normal que, pelas evidências, presume-se que seja a Polónia.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!