Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Marrocos é palco de manifestações populares

Milhares de pessoas em várias cidades do país saíram as ruas no domingo para exigir que o Rei Mohammed ceda parte dos seus poderes e que tome medidas para combater a corrupção. Na capital, Rabat, a polícia deixou os manifestantes aproximarem-se do parlamento, entoando slogans como “O povo rejeita uma constituição feita para os escravos!”

Separadamente, registaram-se ainda protestos na maior cidade do país, Casablanca, e também em Marraquexe. Alguns manifestantes disseram à BBC por que tinham decidido protestar:

“Precisamos de mais democracia em Marrocos. Precisamos de direitos, precisamos de escolas. Estou muito feliz por estar aqui, porque vejo muitos jovens. Estou muito orgulhosa do povo marroquino, das mulheres marroquinas e, sobretudo, das jovens marroquinas que estão aqui. É maravilhoso”, disse uma marroquina.

Marrocos moderno?

Outro manifestante, um homem, disse: “Como sabem, aconteceram uma série de manifestações no Médio Oriente, na Tunísia e no Egipto. Os jovens aqui em Marrocos não podem ficar sem fazer nada. Queremos um Marrocos moderno. Estamos a lutar pela democracia, pelo pluralismo, pela justiça social neste país. Mohammad el Boukili, um activista marroquino dos direitos humanos, disse à BBC que acredita que a mudança em Marrocos chegaria através de meios pacíficos:

“Espero que possamos ser um exemplo, que aconteça aqui algo diferente do que se está a passar na Líbia ou do que aconteceu no Egipto ou na Tunísia. Precisamos de uma transição democrática, de uma transição pacífica rumo à democracia, uma democracia genuína!”

O protesto foi iniciado por um grupo que se auto-denomina “Movimento 20 de Fevereiro para a Mudança”, que já atraiu dezanove mil seguidores no Facebook.

Mas, analistas dizem que Marrocos, com um monarca reformista e uma economia em crescimento, tem menos probabilidade de sucumbir a uma revolta popular.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!