Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Mamparra da semana: Manuel Bissopo, secretário-geral da Renamo

Mamparra of the week: Saqueadores do Estado moçambicano

Meninas e Meninos, Senhoras e Senhores, Avôs e Avós.

O Mamparra desta semana é o secretário-geral da Renamo, Manuel Bissopo que, de forma arrogante, déspota e criminosa, veio a público mijar com a sua verborreia de meia tigela em cima do Estado de Direito Democrático.

Ou seja, veio limitar a nossa possibilidade de escolha e de circulação. Veio semear o medo e o terror. Veio desenterrar o machado de guerra e da contradição. Em suma: veio fazer o que melhor sabe: comportar-se com um bicho do mato. Mamparra da pior espécie…

A mamparrada teve lugar numa conferência de imprensa que teve lugar em Nampula. As palavras do sacripanta e asinino Bissopo foram as seguintes: “A Renamo não vai aceitar que nenhum moçambicano se movimente para preparar o processo eleitoral”.

“Não há eleições, a Renamo não vai admitir que as eleições tenham lugar dentro da conjuntura política actual”. Não sabe o bom do Bissopo que a Renamo, que anda de promessa em promessa, já perdeu legitimidade para falar seja do que for? Quanto mais desrespeitar um direito consagrado pela Constituição da República.

Para evitar vómitos desta natureza, pessoas como Bissopo deviam vir ao mundo com um freio na boca. Que talento para o disparate e para a mamparrada desnecessária! Todo o cidadão é livre de circular neste país, de votar neste ou naquele partido político.

Se o bom do Bissopo quer evitar fraudes deve criar condições para o efeito, mas elas não devem, de forma alguma, atropelar os direitos dos cidadãos. Mas isso é difícil e, em vez de criar estruturas para impedir que ocorra o que teme, Bissopo prefere cuspir para o ar, insinuar, acusar e depois, como é lei no seu partido, dar o dito pelo não dito. Não cuspa para o ar mamparra. A saliva, essa, sempre volta para a testa do asno.

“O povo está cansado de ir às urnas para depois ser surpreendido com fraudes. E se a Frelimo quiser fazer à força, terá que suportar com a reacção do povo”. De que povo fala Bissopo? O povo sistematicamente burlado, desiludido e torpedeado pelas idas e vindas de um partido sem agenda? Aliás, a Renamo, com líderes com Bissopo, tem uma agenda que se traduz na falta de programa e no talento descomunal para a mamparrada.

Ninguém lhe passou uma procuração para falar em nome do povo. Não nos use para promover carnificinas. Não somos da sua laia.

Que tipo de mamparrada é esta que Bissopo anda a propagar sem que nada ocorra? Ainda há vagas no Hospital Psiquiátrico do Infulene para ser tão desprezível? Mas não deve ser boa ideia colocar uma mamparra de semelhante estirpe no meio dos doentes mentais. Em menos de dois meses seria normal se ouvíssemos que ele reclama toda ala norte daquela unidade hospitalar. E os doentes, esses, não merecem tão repugnante companhia.

Basta deste tipo de Mamparras, mamparras e mamparras.

Até para a semana!

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!