Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Mais um naufrágio mata em Moçambique

Pelo menos três pessoas morreram, duas das quais crianças, e outras sete eram dadas como desaparecidas, até ao fecho desta edição, em resultado de um naufrágio ocorrido na segunda-feira (03), no distrito de Mutarara, província de Tete.

O acidente marítimo aconteceu num dia de ventos fortes, o que dificultou o trabalho das equipas de resgate, entre elas a Polícia da República de Moçambique (PRM) e as Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FDAM) tentam resgatar os indivíduos desaparecidos.

A canoa, na qual se faziam transportar 16 pessoas, afundou no meio do percurso com todos os ocupantes. A mesma saía da vila de  Nhamayabue em direcção a algumas áreas ilhas no rio Zambeze, onde se pratica agricultura.

O naufrágio deu-se quase uma semana depois do da cidade da Maxixe, na província de Inhambane, onde quatro pessoas morreram quando a embarcação em que seguiam viagem, com outros passageiros resgatados com vida, submergiu a escassos metros da ponte cais, supostamente devido à superlotação e ao mau tempo.

Dias antes desta tragédia, cujo relatório da averiguação levada a cabo pelas autoridades marítimas ainda não foi divulgado, um cidadão também tinha perdido a vida em resultado de um outro naufrágio ocorrido no distrito de Larde, província de Nampula, envolvendo uma embarcação de pesca.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!