Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Mais um jornalista no banco dos réus em Nampula

O Tribunal Judicial da Cidade de Nampula, Norte de Moçambique, julgou última quinta-feira mais um profissional da comunicação social por alegada difamação. Trata-se do jornalista Aunício da Silva, correspondente do diário electrónico “Canal Moz”, indiciado de crime de difamação e injuria contra Luís Vasconcelos, Presidente da Associação dos Transportadores de Nampula. O acusado teria escrito uma peça jornalística com o titulo “Conselho Municipal Incapaz de Organizar os Serviços de Chapa”.

Chapa é o nome pelo qual é chamado o serviço do transporte semi-colectivo em Moçambique. Para o ofendido, o conteúdo do artigo atentava contra o seu bom nome. O jornal “Noticias” apurou em Nampula que o réu não foi ouvido pelo Ministério Publico pelo crime de que é indiciado, o que não obstou a realização do julgamento cuja sentença será proferida a oito de Julho próximo.

Este é o segundo julgamento envolvendo um jornalista em menos de um mês naquela parcela do país. O primeiro teve como réu o então correspondente do semanário “Magazine Independente”, Vasco da Gama, acusado do crime de difamação.

O “Noticias” escreve ainda que um outro jornalista, desta feita do semanário “Escorpião’, esta em vias de ser julgado em Nampula também por crime de difamação contra uma discoteca local.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!