Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Mais raparigas abandonam a escola em Malema

Pelo menos 273 raparigas abandonaram as aulas em diferentes estabelecimentos de ensino, este ano, no distrito de Malema, província de Nampula, supostamente para ajudarem os pais e encarregados de educação na machamba, facto que preocupa as autoridades de educação.

De acordo com um levantamento feito pelas autoridades de educação em Malema, as alunas que desistiram de estudar têm idades que variam de 10 a 16 anos.

Emílio Mulevale, director distrital de Educação e Desenvolvimento Humano naquele ponto do país, o trabalho ainda está em curso e acredita-se que o número de desistências poderá aumentar. Há muitas escolas localizadas em zonas distantes da vila-sede do distrito e dos postos administrativos que ainda não foram abrangidas pelo levantamento.

Grande parte das alunas em causa frequentavam o ensino primárias, disse o dirigente, acrescentando que Malema é considerado celeiro da província de Nampula e do país em geral.

O dirigente disse que a este problema juntam-se as ausências constantes dos professores. O nosso interlocutor receia igualmente que parte das alunas que deixaram de estudar possam ser submetidas a casamentos prematuros.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!