Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Mais de 20 óbitos e cerca de 80 feridos por acidentes de viação em Moçambique

As mortes por carros continuam nas estradas moçambicanas. Na semana finda, pelo menos 25 pessoas morreram e 78 contraíram ferimentos, 33 das quais em estado, devido a 30 sinistros rodoviários, na sua maioria resultantes, como sempre, do excesso de velocidade e de atropelamentos.

Os dados a que nos referimos, incidem sobre o período de 01 a 07 de Outubro em curso. A Polícia diz que os óbitos em consequência a este mal reduziram comparativamente a igual período do ano passado, em que houve 44 sinistros que deixaram 65 feridos, dos quais 32 graves. Dos 30 acidentes, 22 foram causados por excesso de velocidade e seis por condução sob o efeito de álcool. Ademais, da totalidade dos sinistros em causa, 14 foram atropelamentos, oito despistes e capotamento, entre outros factores.

Segundo o Comando-Geral da Polícia da República de Moçambique (PRM), o departamento de Trânsito fiscalizou 49.515 viaturas, 69 das quais foram apreendidas e 6.769 condutores multados por cometimento de diversas irregularidades.

A Polícia de Trânsito (PT) confiscou igualmente diversas cartas e livretes por inobservância das regras de trânsito.

De referir que o Centro de Integridade Pública (CIP) considera que a corrupção é uma das principais causas de acidentes de viação em Moçambique, mas não está a merecer a atenção das autoridades públicas no que diz respeito à busca de soluções vigorosas para estancá-los.

A tal corrupção, diz o CIP, está centrada no Instituto Nacional dos Transportes Terrestres (INATTER), uma instituição do Estado que permite que “milhares de cidadãos obtenham carta de condução sem terem passado pela formação e por um exame rigoroso”. “A carta de condução está à venda no INATTER”, diz o estudo indicando que os condutores estrangeiros estão entre os principais compradores das cartas de condução.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!