Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Mais de 1150 camponeses empregados no turismo em Manica, Maputo e Gaza

Pouco mais de 1150 camponeses residentes nas proximidades das Áreas de Conservação Turística Transfronteiriça (ACTF) do Libombo, na província do Maputo, Limpopo, em Gaza, e de Chimanimani, em Manica, foram empregados até Dezembro de 2010 no turismo e em actividades de conservação.

Cerca de 67,1% daquele universo estão a trabalhar na área de conservação do Libombo, contra 23,3% dos mesmos admitidos a trabalhar na área do Limpopo e 7,6% deles empregados na área de Chimanimani, província central de Manica, segundo o relatório anual do projecto das Áreas de Conservação Transfronteiriça e Desenvolvimento do Turismo (ACTDT) do Ministério do Turismo (MITUR) relativo ao seu desempenho registado em 2010.

O documento explica que o grande número de vagas preenchidas por camponeses registado no sector do turismo nos Libombos faz com que a área turística gere 68,57% de emprego nas três áreas de conservação turística e transfronteiriça moçambicanas, enquanto nas do Limpopo e Chimanimani o emprego em parques e reservas constitui o sector que fornece maior percentagem de empregados.

“Esta é uma clara evidência da actual fraqueza no desenvolvimento do turismo nestas duas últimas áreas”, destaca o documento do projecto das Áreas de Conservação Transfronteiriça e Desenvolvimentro do Turismo do MITUR, enfatizando que 87,83% dos residentes das proximidades daquelas três áreas de conservação trabalham em regime de tempo inteiro.

Refira-se, entretanto, que, em Chimanimani, o emprego no sector do turismo aumentou devido à abertura do Ndzou Lodge Camp e aumento de operadores turísticos na vila de Sussundenga, em Manica.

Turistas

Entretanto, em 2010, todas as Áreas de Conservação Turística Transfronteiriça do Libombo e Chimanimani registaram 29.621 visitantes e 6170 dormidas, possibilitando um encaixe em receitas na ordem de 325,5 mil dólares norte-americanos, contra a receita anterior de USD 302 mil de 2009.

A redução do número de turistas em 2010, face a 2009, foi de 0,8%, mas houve um aumento de 25,5% em dormidas e de 7,8% na receita total arrecadada no período em análise.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!