Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Lonrho aplica USD 5,1 milhões

A multinacional Lonrho, muito activa no sector da agricultura, tenciona aplicar, nos próximos três anos, em Moçambique, cerca de 5,1 milhões de dólares norte-americanos, basicamente com vista a reforçar as suas actividades em Moçambique.

A produção de biocombustíveis e de carvão mineral consta no conjunto de actividades a beneficiar de investimentos daquela firma, a partir do presente ano de 2010, de acordo com David Lenigas, director executivo da Lonrho, salientando que a medida enquadra-se no âmbito do desenvolvimento da política de expansão das suas actividades pela região Austral de África.

“A escolha de Moçambique deve-se aos aceitáveis custos operacionais das infra-estruturas portuárias moçambicanas”, segundo ainda aquele responsável, realçando que a sua companhia espera “vir a abastecer um mercado regional com potencial de cerca de 240 milhões de consumidores da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC)”.

A Lonrho, refira-se, está envolvida na produção de algodão, açúcar, chá e tabaco e nas actividades ligadas aos ramos de Turismo, Minas, Construção Civil, Abastecimento de Água e Tecnologias de Informação e Comunicação.

A Lonrho já teve momentos de elevada influência multifacetada em Moçambique, ao ponto de jogar um papel preponderante nos esforços para conciliar o Governo da FRELIMO e os então rebeldes armados da RENAMO, patrocinando em larga escala muitas das iniciativas que permitiram a instalação dos primeiros grandes grupos do movimento liderado por Afonso Dhlakama no início da década de noventa do século passado em Maputo.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!