Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Londres, a cidade do mundo com mais multimilionários

O Reino Unido é o país com mais multimilionários em proporção a sua população e Londres é a cidade que, com 72, acolhe o maior número de grandes fortunas do mundo, segundo uma lista adiantada pelo periódico “The Sunday Times”.

No Reino Unido residem 104 multimilionários, com uma fortuna total estimada de 301.000 milhões de libras (370.000 milhões de euros), de acordo com essa lista que elabora cada ano o dominical. É a primeira vez que este país supera a barreira dos cem multimilionários, a maioria dos quais, um total de 72, residem em Londres.

De fato, a capital britânica é a cidade do mundo com mais multimilionários, muito na frente dos 48 baseados em Moscovo.

Em Londres vivem os que estão considerados os residentes mais ricos do Reino Unido, os irmãos indianos Sri e Gopie Hinduja, a cargo do conglomerado Hinduja Group e com uma fortuna estimada de 11.900 milhões de libras (14.575 milhões de euros).

No segundo posto está o russo Alisher Usmanov, com interesses no produtor de minério de ferro Metalloinvest, no clube inglês Arsenal e no operador de telefonia celular MegaFon, e com um património de 10.650 milhões de libras (13.041 milhões de euros).

No ano passado residiam 88 multimilionários no Reino Unido, com uma fortuna total estimada de 245.000 milhões de libras (300.000 milhões de euros).

O britânico mais rico do Reino Unido é o duque de Westminster, no décimo posto da lista do “Sunday Times”, com uma fortuna estimada de 8.500 milhões de libras (10.400 milhões de euros), graças as suas propriedades no centro de Londres que herdou de sua família.

Entre os dez primeiros da lista figuram também o russo Roman Abramovich, dono do Chelsea, com 8.520 milhões de libras (10.433 milhões de euros), que caiu para o nono posto desde o quinto de 2013, e o indiano Lakshmi Mittal do setor do aço, que sobiu ao terceiro com 10.250 milhões de libras (12.550 milhões de euros).

Quando esta lista começou a se elaborar há 26 anos, a rainha Elizabeth II da Inglaterra se situava no primeiro posto devido a que se incluía na sua fortuna as propriedades que correspondem à Coroa, algo que faz um tempo já não foi incluído para ter só em conta sua fortuna pessoal.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!