Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Liga Portuguesa: Sporting estreia-se com goleada; FC Porto inicia defesa do título com triunfo em Setúbal

O FC Porto iniciou da melhor forma a defesa do título português de futebol ao vencer em Setúbal por 1-3. O Benfica somou o seu nono ano consecutivo sem vencer na primeira jornada do campeonato ao perder no reduto do Marítimo por 2-1. O Sporting estreou-se com uma goleada de 5-1 sobre o estreante Arouca.

O tricampeão português de futebol, que vinha da vitória na Supertaça, abriu o encontro com uma soberana oportunidade para se colocar em vantagem, logo ao terceiro minuto, mas Javier Cohen evitou o golo de Jackson Martinez em cima da linha de golo. Dez minutos volvidos, os sadinos marcaram graças a um golo do reforço brasileiro Rafael Martins, após uma série de ressaltos de bola. A equipa local procurou depois ampliar a sua vantagem na segunda metade do primeiro tempo, mas o guardião Helton opôs-se aos remates de Rafael Martins e Tiago Terroso.

Ainda antes do final da primeira parte, destaque para uma boa intervenção de Kieszek, que negou o golo a Jackson Martinez com uma palmada que levou a bola a sobrevoar a baliza sadina. Contudo, quatro minutos depois do intervalo, o FC Porto beneficiou de uma grande penalidade que o reforço Josué converteu, após falta de Dani sobre Jackson Martinez.

Na sequência do lance, o guardião Kieszek e Josué discutiram a posse da bola no interior da baliza sadina, com o árbitro a considerar que o polaco agrediu o jogador do FC Porto e a mostrar ao guarda-redes sadino o cartão vermelho. A jogar contra dez elementos, a formação orientada por Paulo Fonseca acabou por dar a volta ao resultado aos 61 minutos na sequência de um forte remate de fora da área de Quintero, que tinha entrado no minuto anterior.

A dois minutos do final, o colombiano Jackson Martinez, melhor marcador da última época, fixou o resultado final da partida após uma combinação com Josué.

Benfica perde na Madeira

O Benfica voltou a entrar mal no campeonato ao perder na deslocação ao terreno do Marítimo por 2-1, somando assim o nono ano consecutivo sem ganhar na primeira jornada.

A equipa de Jorge Jesus viu-se a perder mesmo em cima do intervalo, quando o guardião Artur Moraes derrubou Derley e o avançado brasileiro não falhou na conversão do respetivo penalty.

Com Rodrigo e Ola John em campo, os encarnados melhoraram de produção e acabaram por chegar ao empate através do brasileiro recém-entrado, que servido por Lima, após erro de Briguel, empatou a partida aos 51 minutos. O Benfica procurou depois o golo que colocaria a equipa em vantagem, mas o guardião José Sá opôs-se bem ao remate de Rodrigo, aos 58 minutos, com Gaitan, aos 64 minutos, a rematar um pouco por cima da baliza dos insulares.

Contudo, foi o Marítimo quem a 11 minutos do final se acabou por colocar em vantagem, com um tento de Sami, depois de uma arrancada Heldon pela esquerda. Os encarnados voltaram a responder, mas Gaitan, com um cabeceamento por cima, e Luisão, novamente com José Sá em grande plano, não conseguiram marcar.

Sporting goleia Arouca

O Sporting abriu a sua participação no campeonato desta época com uma goleada caseira de 5-1 sobre o estreante Arouca, que ainda provocou alguns calafrios aos leões. Depois de quase ter marcado pouco depois do quarto de hora num livre de Adrien Silva que foi devolvido pela barra da baliza do Arouca, o Sporting viu-se a perder, aos 19 minutos, quando Bruno Amaro inaugurou o marcador.

O médio, que marcou o primeiro golo de sempre do Arouca no primeiro escalão do futebol português respondeu da melhor forma a um centro de David Simão que a defesa do Sporting não conseguiu afastar.

A resposta da equipa orientada por Leonardo Jardim surgiu à meia hora quando Maurício empatou a partida num cabeceamento após uma má saída do guardião Stefanovic a um canto de Jefferson. Oito minutos depois, o Sporting passou para a frente do marcador com o primeiro dos três golos que o colombiano Freddy Montero viria a marcar após cruzamento de Wilson Eduardo.

No segundo tempo, o Arouca ameaçou aos 52 minutos num remate que Rui Patrício deteve, mas foi a equipa leonina quem voltaria a marcar agora por Wilson Eduardo, aos 65 minutos.

Até final, o Sporting ainda viria a marcar mais duas vezes, ambas por Montero, aos 70 e 86 minutos, sempre na sequência de cruzamentos de Capel.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!