Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Liga Portuguesa: Dragões vencem Arouca e mantêm perseguição ao Benfica

Um golo solitário de Aboubakar, assistido por Quaresma, valeu um triunfo difícil sobre o Arouca, num jogo em que os dragões jogaram desde os 13 minutos com menos um jogador, por expulsão do guarda-redes Fabiano. A vitória mantém o FC Porto a quatro pontos do líder Benfica.

A expulsão do guarda-redes Fabiano, logo aos treze minutos, quase transformou um dos jogos teoricamente mais acessíveis do campeonato para o FC Porto numa partida em que o risco de perder pontos foi elevado ao máximo. A jogar com menos um jogador, os dragões tiveram de suar, primeiro para se colocarem em vantagem e depois para segurá-la até ao final, diante de um Arouca demasiado ansioso na primeira parte e pouco ambicioso na segunda.

Ricardo Quaresma terá feito uma das melhores exibições da época e foi dele a assistência para o golo de Aboubakar, aos 32 minutos. Referência ofensiva na ausência de Jackson Martínez, o camaronês, que a meio da semana havia marcado ao Basileia, para a Liga dos Campeões, fez o seu segundo golo da liga, novamente frente ao Arouca.

Apesar da inferioridade numérica e de alguma quebra física no segundo tempo, o FC Porto fez mais por vencer e teve ainda de lidar com algumas decisões polémicas do árbitro aveirense Jorge Tavares, muito contestado pelo público do Dragão e por Julen Lopetegui. Ainda antes do golo portista, houve a expulsão de Fabiano, quando Nuno Claro não seguia isolado para a baliza (tinha Ricardo ao lado), e uma grande penalidade sobre Quaresma, que sofreu um pontapé na cabeça por Diego (embora a decisão tenha sido de jogo perigoso do extremo portista).

Ainda assim, o FC Porto manteve a melhor sequência de resultados da época e somou a sétima vitória em jogos do campeonato, mantendo a perseguição ao líder Benfica, que continua a quatro pontos de distância. Além disso, os dragões não sofreram qualquer golo, aumentando o registo de total eficácia defensiva para 690 minutos em jogos da liga.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!