Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Liga Portuguesa: Sporting vence na madeira e mantém liderança

Depois do Benfica ter aberto a 12ª jornada, do Campeonato Português de futebol, com uma vitória sobre a a Académica, por 3 a 0, o FC Porto venceu o Paços de Ferreira por 2 a 1 e o Sporting manteve a liderança com uma vitória pela margem mínima sobre o Marítimo.

Na sexta-feira, no Estádio da Luz o Benfica dominou por completo a partida, impondo uma derrota à Académica, que já não perdia há sete jogos. No entanto, nem tudo foi fácil: as águias demoraram a furar a teia defensiva dos estudantes e só graças a duas grandes penalidades – claras – conseguiram encaminhar-se para a vitória.

Na primeira parte, Trigueira derrubou Gaitán; na segunda Ofori ajeitou a bola com a mão. Em ambas as ocasiões o árbitro Luís Ferreira assinalou penálti. E Jonas aproveitou para marcar os seus 9.º e 10.º golo no campeonato.

O 2 a 0 chegou quando a Briosa parecia querer investir finalmente no ataque (Filipe Gouveia tinha apostado em Hugo Seco e Rabiola, minutos antes) e quase matou a reacção dos estudantes.

Depois, num jogo sem grande “nota artística” (como diria Jorge Jesus), coube a Renato Sanches, novo “menino bonito” dos adeptos encarnados, embelezar o resultado: o médio, de 18 anos, fez um golaço num potente remate cruzado, a cerca de 30 metros da baliza, que entrou no canto superior.

FC Porto e Sporting vencem

Neste sábado o FC Porto conseguiu a primeira reviravolta desde que Julen Lopetegui é técnico dos dragões, ao vencer o Paços de Ferreira. Pela primeira vez desde Dezembro de 2014, o FC Porto sofreu golos em casa em jogos da I Liga. Bruno Moreira, ex-avançado dos dragões, abriu o marcador aos oito minutos.

O FC Porto chegou ao empate aos 29′, por Jesús Corona, a passe de Brahimi. O golo da reviravolta chegou aos 64′, graças a um penálti – o primeiro da época para o FC Porto – conquistado por Herrera e batido por Layún. Marafona fez uma exibição de sonho na baliza do Paços de Ferreira e impediu uma goleada portista.

O Sporting entrou em campo a saber que o FC Porto tinha vencido o Paços de Ferreira e em vez de entrar com autoridade no jogo acanhou-se e deixou que o Marítimo tomasse conta de jogo. Mas no fim valeu o golo solitário de Adrien, que permitiu à equipa recuperar a liderança isolada. Foi o quarto encontro seguido que a equipa de Jesus venceu por 1 a 0!

O guarda-redes leonino voltou aos Barreiros, onde se estreou pelos leões em 2006, para cumprir o jogo 240 na Liga e brilhou. O número 1 leonino evitou o golo a Marega, a Dyego Sousa e a Fransérgio e segue sem sofrer golos há cinco jornadas.

O golo do triunfo leonino foi marcado por Adrien, a finalizar uma grande jogada de João Mário. O capitão apareceu em frente à baliza e não desperdiçou. Já tinha sido o responsável pelo vitória do Sporting no Funchal na época passada, ele que já é o terceiro melhor marcador do Sporting esta época, com cinco golos, menos um que Teo Gutiérrez (lesionado e sem data para regressar aos relvados) e menos quatro do que Slimani (cumpriu um jogo de castigo).

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!