Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Liga Muçulmana Bi-campeã nacional de futebol

Liga Muçulmana Bi-campeã nacional de futebol

A Liga Muçulmana somou o seu segundo título consecutivo de campeão depois de derrotar o Ferroviário de Nampula, no Estádio 25 de Junho, por esclarecedores 2-0, numa exibição plácida dos verde e branco, na qual brilhou com luz própria o médio Ítalo, com um golo e um festival de bom futebol.

Os locomotivas do norte (adversário que todos temiam nesta segunda volta) converteram- se no rival sonhado pelos muçulmanos. Duas vitórias em dois jogos para a Liga Muçulmana, um balanço que demonstra a diferença de potencial entre ambos e que, nesta quarta-feira, ficou exposta pelos dois golos de diferença.

Na tarde da revalidação do título, Ítalo elevou-se como o melhor homem em campo, bem acompanhado por Nelson e Momed Hagy. A Liga começou inspirada ofensivamente – uma pintura de Ítalo, aos 20 minutos, colocou os muçulmanos em vantagem e com o título no bolso. No final dos primeiros 45 minutos a Liga vencia por duas bolas sem resposta. Marcou Telinho à passagem dos 41 minutos.

No segundo tempo, Ítalo continuou a fazer das suas. O Ferroviário de Nampula tentou, mas esbarrou na consistência defensiva dos muçulmanos. Com o relógio a correr, os locomotivas içaram a bandeira branca e os muçulmanos deixaram o tempo passar.No final, a Liga recolheu um título que a regularidade ao longo do campeonato conferiu. Agora, a meta é colocar o seu nome no centro do futebol africano.

Maxaquene recuperou o folêgo no fim

A reacção foi tardia. Quando o Maxaquene recuperou o fôlego já se tinha feito luz sobre o título. Ao vencer o Ferroviário de Nampula (2-0), a Liga Muçulmana lançou uma festa anunciada há muito, mas sem data marcada.

Com golos de Ítalo e Telinho, a equipa de Artur Semedo voltou a provar a superioridade exibida ao longo da temporada, e atestada pela distância pontual sobre o segundo classificado quando ainda há três jornadas por disputar. A vantagem é, de resto, o factor motivacional que resta ao novo campeão, no que ao Moçambola diz respeito. Isto deixando de lado as competições africanas, que vão proporcionar um desafio ao campeão nacional, o de chegar à fase de grupos.

O segundo classificado é, como se sabe, o Maxaquene, que na jornada 24 do Moçambola assegurou a vice-liderança. Os tricolores venceram no seu reduto o Matchedje e permitiram ao Incomáti fugir da zona de despromoção em prejuízo dos militares.

No Estádio da Machava, um golo de Luís ditou a derrota do HCB de Songo. A equipa da agreste província de Tete até jogou melhor, esteve mais perto de ganhar, mas acabou por perder e permanecer no quarto lugar. Contudo, o HCB continua confortável no quarto lugar, uma vez que os seus perseguidores, com excepção do Ferroviário de Maputo, continuam distantes.

O Vilankulo FC, que já andou aflito no fundo da tabela, já anda a roer os calcanhares do Ferroviário da Beira. A equipa de Chiquinho Conde ganhou no seu reduto aos locomotivas da Beira (2-0).

No que diz respeito à permanência, a luta parece reduzida a três equipas. O Incomáti foi ganhar na Beira (1-0), e está agora a dois pontos do Ferroviário da Beira, derrotado pelo Vilankulo FC. Na última posição está mais uma vez o Sporting da Beira, que não conseguiu somar o sexto jogo sem perder. A equipa, já se sabe, perdeu três pontos em casa, aproveitados pelo Atlético Muçulmano para ficar longe do último lugar.

Confira os resultados completos da 24ª jornada:

Ferroviário de Maputo 1-0 HCB de Songo

Ferroviário de Nampula 0-2 Liga Muçulmana

Sporting da Beira 0-1 G.D Incomáti

Atlético Muçulmano 1-0 Costa do Sol

Vilanculos FC 2-0 Ferroviário da Beira

Matchedje 0-4 Maxaquene

Chingale de Tete 0-2 Desportivo Maputo

 

Confira a classificação, que de agora em diante terá as atenções concentradas na disputa pela manutenção:

EQUIPAS J V E D M S PONTOS
CAMPEÃ Liga Muçulmana 24 17 4 3 35 14 54
Maxaquene 24 13 8 3 36 14 47
Costa do Sol 24 11 5 8 30 23 38
HCB Songo 24 9 10 5 24 12 37
Ferroviário de Maputo 24 10 6 8 35 29 36
Ferroviário de Nampula 24 9 6 10 26 23 33
Chingale 24 8 9 7 19 19 33
Desportivo 24 10 4 10 22 20 33
Vilankulo FC 24 8 5 11 24 25 29
10º Incomáti 24 8 4 12 11 24 28
11º Ferroviário de Beira 24 5 12 6 18 23 27
12º Matchedje 24 7 4 13 20 35 25
13º Atlético Muçulmano 24 5 5 14 18 35 20
14º Sporting da Beira 24 4 4 16 17 45 16
Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!