Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Líder do Sudão do Sul oferece paz a rebeldes

O presidente do Sudão do Sul, Salva Kiir, prometeu promover a paz em regiões fronteiriças e ofereceu anistia a grupos armados que lutam contra o seu governo, horas depois de seu Estado ter declarado independência do norte este sábado.

O Sudão do Sul nasceu este sábado, depois que a separação venceu um referendo realizado em janeiro, que foi o clímax de um acordo de paz de 2005, responsável pelo fim de décadas de guerra civil contra o norte. “Eu quero assegurar ao povo de Abyei, Darfur, Nilo Azul e Kordofan do Sul que não os esquecemos. Quando vocês choram, nós choramos. Quando vocês sangram, nós sangramos”, afirmou Kiir na cerimônia de independência na capital Juba. “Eu prometo a vocês hoje que acharemos uma paz justa para todos”, afirmou, acrescentando que trabalhará com o presidente do Sudão do Norte, Omar Hassan al-Bashir, para cumprir esse objetivo.

Todas as regiões que ele mencionou estão na problemática fronteira que o sul divide com o norte e que, segundo especialistas, podem reacender as tensões após a separação. Abyei é uma região fértil, com reservas de petróleo e que ambos os lados reivindicam.

Darfur é palco de uma insurgência que já dura oito anos contra Cartum. Nilo Azul e Kordofan do Sul ficam no Sudão do Norte, mas têm grandes populações que ficaram do lado do sul durante a guerra civil.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!