Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Líder da esquerda rejeita o governo de união nacional na Grécia

O líder do partido esquerdista grego Syriza descartou, esta Terça-feira, a formação de um governo de unidade nacional em parceria com grupos políticos favoráveis ao resgate financeiro internacional à Grécia depois das eleições do dia 17.

Alexis Tsipras disse que, se vencer as eleições gregas de Domingo, vai comandar um governo de esquerda, contra as dolorosas medidas de austeridade exigidas pela União Europeia e o Fundo Monetário Internacional, como contrapartida para uma ajuda de 130 bilhões de euros.

As eleições de Domingo serão as segundas em menos de dois meses na Grécia, uma vez que o pleito anterior, a 6 de Maio, foi inconclusivo, resultando num Parlamento divido entre grupos pró e contra o pacote internacional.

Vários políticos propuseram um governo de unidade nacional caso o impasse persista, mas Tsipras criticou a “gentalha pan-partidária” que partilha dessa ideia.

“Depois de duas eleições consecutivas, as pessoas exigem uma direcção clara”, disse ele. As últimas pesquisas antes das eleições mostram um virtual empate entre o Syriza e o conservador Nova Democracia, que defende apenas ligeiros ajustes no pacote de ajuda.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!