Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

La Liga: Real vence Gijon; Messi garante vitória do Barça

O Real Madrid sofreu para vencer o penúltimo colocado do Campeonato Espanhol neste sábado, com o apoio da sua claque no Santiago Bernabéu, mas conseguiu manter distância para o Barcelona na tabela de classificação. O clube da capital fez 3 a 1 no Sporting de Gijón de virada, com golos dos atacantes Higuaín, Benzema e Cristiano Ronaldo.

O resultado levou o líder Real Madrid para os 85 pontos na tabela de classificação, contra 81 do Barcelona, que contou com dois golos de Lionel Messi para derrotar o Levante, fora de casa, de virada, por 2 a 1.

Vitória para o gasto no Bernabéu

Logo aos 13 minutos, os torcedores do Real Madrid tiveram um indício de que o sábado não seria dos mais fáceis para os merengues. Álvaro Arbeloa falhou, e o argentino Oscar Trejo obrigou Iker Casillas a fazer bela defesa. Pouco depois, o lateral esquerdo brasileiro Marcelo respondeu pelos donos da casa com um bom chute de fora da área.

Passado o susto, o Real Madrid ainda chegou a acertar a rede por meio do argentino Gonzalo Higuaín – em posição de impedimento. Em seguida, aos 29, o defensor Sergio Ramos colocou a mão na bola dentro da área, e o árbitro Pérez Montero assinalou o penalti para o Sporting de Gijón. De Las Cuevas cobrou e marcou.

O Real Madrid alcançou a igualdade ainda no primeiro tempo. Aos 36 minutos, Sergio Ramos redimiu-se do pénalti cometido ao cruzar para Hinguaín (desta vez, em posição legal) cabecear para o fundo das redes e dar um pouco mais de tranquilidade para a equipa branco, que não fazia uma boa partida.

O empate não foi suficiente para satisfazer José Mourinho, que trocou Sahin e Callejón por Di María e Benzema no intervalo. A dupla provou que podia ser eficiente já na sua primeira participação na partida. O argentino levantou a bola na área, e o francês cabeceou para a defesa do guarda redes Juan Pablo.

O Real Madrid continuou a pressionar – até conseguir a virada no placar. Aos 28, Di María fez nova assistência pelo alto, agora para Cristiano Ronaldo. A bola cabeceada pelo artilheiro lusitano foi parar na rede, acalmando finalmente Mourinho e os adeptos do clube branco.

Para deixar o público ainda mais sereno, Canella cometeu falta dura em Di María, recebeu o seu segundo cartão amarelo e acabou expulso.

Com um jogador a mais em campo, o Madrid ainda conseguiu ampliar o marcador. Benzema recebeu a bola de Ozil e finalizou para assegurar mais três pontos ao líder do Campeonato Espanhol.

Barça frustra o Levante

Apesar da empolgação da claque valenciana com a boa campanha do Levante, o Barcelona não se intimidou e iniciou a partida com o seu estilo de jogo característico. Messi, Thiago, Pedro e até o brasileiro Adriano movimentaram-se bastante no ataque, criando as primeiras chances de finalização dos catalães.

Ainda assim, a equipe que abriu o placar foi a do Levante. Aos 22 minutos, Busquets tocou a bola com os braços dentro da área. Para desespero do jogador, o árbitro Teixeira Vitienes não hesitou em assinalar o pênalti. Barkero esperou o guarda redes Víctor Valdés atirar-se para tentar fazer a defesa, bateu no centro e conferiu.

Empolgado pela vantagem no placar, o Levante contou com o incentivo da sua claque para seguir à frente até o intervalo.

No segundo tempo, o Barcelona tentou reagir com Cuenca no lugar de Xavi – pouco depois, Iniesta também foi a campo, na vaga de Pedro. As dificuldades para levar perigo aos donos da casa, contudo, eram as mesmas.

Messi, então, apareceu para solucionar a partida para o Barça. Aos 19 minutos, o melhor jogador do mundo tabelou com o chileno Alexis Sánchez (substituído por Daniel Alves no final da partida) e chutou da entrada da área para empatar. Foi o suficiente para os visitantes aumentarem o ímpeto em busca da virada.

O segundo golo veio num pénalti sofrido por Cuenca, que gerou reclamações dos jogadores e torcedores do Levante. Sem se importar com as reclamações, Messi cobrou, conferiu e manteve o Barcelona com esperanças de conquistar o título espanhol.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!