Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Kaká tentará esquecer na Copa sua primeira temporada no Real Madrid

Kaká tentará esquecer na Copa sua primeira temporada no Real Madrid

O craque Kaká tentará esquecer na Copa do Mundo da África do Sul a sua primeira temporada no Real Madrid, marcada por lesões e suas atuações abaixo do esperado. “Vou chegar muito bem”, respondeu o jogador do Brasil, ex-jogador do Milan, a uma pergunta formulada no dia 13 de maio sobre seu estado físico às vésperas do evento.

“Faltam 33 dias, e vou ter tempo para me preparar”, acrescentou o Bola de Ouro em 2007 e símbolo desde o verão passado (hemisfério norte), ao lado de Cristiano Ronado, da nova era dos ‘galácticos’ do presidente do clube ‘branco’, Florentino Pérez. “Estou bem. Falta pouco para eu chegar a minha melhor forma”, disse o meio-campo, que não atuou no último compromisso de seu clube na Liga Espanhola contra o Málaga devido a uma lesão em seu adutor esquerdo.

A primeira temporada de Kaká, de 28 anos, no Real Madrid, que pagou por ele ao clube de Silvio Berlusconi 65 milhões de euros, foi marcada pelas contusões e sua equipe não conquistou um título sequer. “Não estou feliz com o rendimento que poderá ter tido esta temporada” admitiu o brasileiro no final de abril. “Mas a questão toda é física. Sofri muito com as lesões quando cheguei. Quando estiver bem fisicamente, o rendimento sairá”, acrescentou.

Os problemas de Kaká começaram depois de seu primeiro clássico na Espanha, contra o Barcelona, que sua equipe perdeu no Camp Nou no dia 29 de novembro por 1-0. Os médicos do clube madrilenho anunciaram no início de dezembro que o brasileiro tinha pubalgia, e voltou a jogar apenas em 10 de janeiro. Embora sempre tenha buscado seu papel em campo, seu talento se manifestou com um total de oito gols e sete passes decisivos em 25 partidas da Liga, jogando como titular em 21 delas.

Mas Ricardo Izecson dos Santos Leite, ‘Kaká’, chegou a receber vaias dos torcedores no Santiago Bernabéu, e voltou a se contundir no adutor esquerdo após a eliminação do Real Madrid na Liga dos Campeões, em 10 de março. A partir de então, o clube da capital não estabeleceu uma data para seu retorno aos relvados.

Ele voltou novamente aos relvados no dia 24 de abril, em Zaragoza, numa partida da liga em que foi decisivo, marcando o golo da vitória madrilenha (2-1), o que permitiu ao Real Madrid seguir na disputa pelo título que acabou perdendo para o Barcelona. Esse golo foi um dos poucos momentos decisivos de Kaká nesta temporada.

No entanto, foi um argumento para que defendesse das acusações de que não se empenhava em campo para poder chegar em forma ao Mundial com o Brasil. “Nunca me omiti”, disse para se defender das acusações. “Nem é verdade que não me dediquei, atrasando minha recuperação. Sentia-me  e continuo me sentindo em dívida com o Madrid, com o presidente, com meus companheiros e, é claro, com meus torcedores. Por favor, que ninguém volte a duvidar de mim”, concluiu.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!