Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Jovem agredido na Marginal de Maputo “desaparece” e Polícia diz que desconhece o caso

Na manhã da quinta-feira (17) passada, na Avenida da Marginal, na capital moçambicana, um jovem cuja identidade ainda não foi apurada, foi violentamente agredido com recurso a armas branca por um grupo de desconhecidos. A Polícia diz que não recebeu nenhuma notificação sobre o caso.

Entretanto, a Cruz Vermelha de Moçambique (CVM) afirma que recebeu um pedido de resgate mas quando chegou ao local do crime uma ambulância acabava de socorrer a vítima. O referido jovem foi agredido nas proximidades do Instituto Superior de Ciências Naúticas na manhã daquela quinta-feira.

Na altura em que o crime se deu, um cidadão reportou ao @Verdade que um indivíduo estava a ser esquartejado por desconhecidos empunhados de catanas debaixo do viaduto da Marginal, também conhecido por “corredor da morte” devido aos acidentes que alí ocorrem.

A nossa reportagem fez-se ao local mas já era tarde. Horas depois, um vídeo amador, com duração de um minuto e vinte segundos, no qual o jovem em causa, todo ensanguentado, está estatelado, de costas, no meio de uma das faixas de rodagem, estava a ser exibido na rede social facebook. Ele parece inanimado mas a dado momento mexe, levemente, a perna direita e um dos braços.

Ele está com a cabeça vira para o viaduto, isto para quem vem do Clube Naval e direcção a baixa da cidade de Maputo. Testemunhas oculares informaram ao nosso jornal que a vítima foi socorrida por uma ambulância cuja chapada da matrícula não foi possível registar.

Durante o período em que a vítima permaneceu estatelada no meio da estrada, o cidadão que produziu o vídeo conseguiu registar o movimento dos carros que passavam bem próximo ao corpo aparentemente sem vida.

Instantes depois, um dos automobilistas que passava no local estaciona a sua viatura e, desesperado, olha para os lados como quem procura ajuda.

A escassos metros da cabeça do jovem há sangue no asfalto. Vê-se no vídeo exibido no

https://www.facebook.com/photo.php?v=3830296690319&set=vb.1664932673&type=2&theater.

De seguida, o mesmo automobilista, visivelmente transtornado com o estado da vítima diante dos seus olhos, retorna à viatura da qual retira algo que pelas imagens não se percebe bem do que se trata. Mas parece querer ajudar.

Polícia desconhece o caso

Entretanto, o porta-voz do Comando da Polícia da República de Moçambique (PRM) ao nível da cidade de Maputo, Orlando Madumane, quando questionada pelo @Verdade sobre o caso respondeu que nenhuma informação a respeito chegou à corporação. Nem viu o tal vídeo em que o jovem aparece todo ensanguentado.

Cruz Vermelha de Moçambique recebeu um pedido de resgate

A nossa Reportagem dirigiu à Cruz Vermelha de Moçambique (CVM) para obter mais informações. Ficou a saber que na manhã daquela quinta-feira recebeu um pedido de resgate. Contudo, a equipa destacada para o terreno chegou tarde.

A vítima já havia sido socorrida por uma outra ambulância. O estranho é que no Hospital Central de Maputo (HCM), segundo a informação fornecida ao nosso jornal por alguns funcionários, não se tem o registo de um caso similar a este, principalmente que tenha dado entrada no dia em alusão.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!