Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

COJA tranquiliza o público sobre o cumprimento do prazo das obras para Jogos Africanos

O Comité Organizador dos Jogos Africanos (COJA), um evento a ter lugar de 03 a 18 de Setembro próximo, na capital moçambicana, Maputo, afirma estar a trabalhar com tranquilidade tendo em vista o sucesso da maior festa do desporto africano. Segundo o Porta-voz do COJA, Penalva César, as infra-estruturas que acolherão as diferentes modalidades, ora em construção ou em reabilitação, estarão prontas em tempo útil.

“O COJA está a lidar com tranquilidade”, disse César, esta Quarta-feira, durante uma conferência de imprensa para anunciar as actividades a ter lugar nos próximos dias, no âmbito da preparação dos Jogos Africanos.

Sobre os atrasos que tem vindo a ser reportados com relação ao processo de construção e de reabilitação de algumas infra-estruturas que vão acolher o evento, Penalva César tranquilizou os presentes, apontando que tudo está sendo feito com vista a que estas estejam prontas dentro dos prazos previstos.

“É normal que hajam alguns constrangimentos no processo de reabilitação de infra-estruturas “, disse ele, explicando que, nalguns casos, os atrasos foram motivados porque se detectou que algumas destas infra-estruturas apresentavam um estado de degradação que não era visível a olho nú, aquando da avaliação.

Noutros casos, a situação resultou da necessidade de importação de algum material inexistente no país. Contudo, Penalva César vincou que, até ao momento, o COJA está a trabalhar tranquilamente. Ao longo da semana, parte da imprensa nacional denunciou a existência de um défice, de cerca de 68 por cento do Orçamento do COJA, facto que o portavoz negou.

“Para o COJA, não há défice”, sentenciou o porta-voz, questionando a origem de tais notícias. Entretanto, quando faltam pouco mais de seis semanas para o arranque dos Jogos Africanos, o COJA decidiu transferir o seu “estado-maior” para o Estádio Nacional do Zimpeto, arredores da Cidade de Maputo, onde deverá realizar as suas actividades, até o término do evento.

Contudo, os serviços administrativos continuarão nas actuais instalações, no centro da urbe. Como forma de actualizar o público sobre os trabalhos em torno dos Jogos Africanos, o COJA vai passar a promover conferências de imprensa todas as sextas-feiras no Zimpeto.

A escolha deste local para o estabelecimento dos serviços operativos do COJA, segundo Penalva César, deve-se ao facto de grande parte das actividades relativa aos Jogos Africanos terem lugar naquele Estádio, onde também decorrerá a cerimónia de abertura.

No âmbito do processo de preparação dos Jogos Africanos, tem lugar, em Maputo, a II Reunião dos Chefes das Missões dos países que, neles, vão participar. A Reunião realiza-se de 29 a 30 de Julho corrente.

A margem do encontro, segundo o porta-voz do COJA, os Chefes das Missões terão a oportunidade de visitar os recintos onde os jogos terão lugar, bem como outras infra-estruturas de apoio.

Penalva César revelou, na ocasião, que o processo de acreditação de jornalistas já arrancou, e no caso dos nacionais, sob auspícios do Gabinete de Informação (GABINFO), enquanto para os estrangeiros decorre por via electrónica.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!