Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Japão 1 – Camarões 0: camarões que dormem o Honda leva

Japão 1 - Camarões 0: camarões que dormem o Honda leva

Lá diz o ditado “Camarão que dorme a onda leva” e os Leões Indomáveis parecem que se esqueceram que o povo costuma ter razão no jogo do Grupo E, realizado esta segunda-feira em Bloemfontein, no Estádio Free State.

Num jogo com poucas oportunidades de golo, Keisuke Honda levou a vitória para o Japão e deixou o representante africano com tarefa mais complicada para apurar-se aos oitavos de final. Os Samurais azuis estão na liderança do Grupo com os mesmos três pontos que a Holanda, que venceu a Dinamarca e tem maior saldo de golos marcados (dois contra um).

O jogo começou muito amarrado a meio-campo, com muitos remates de meia distância porém sem perigo para os guarda-redes. Um pouco mais ofensiva, a equipe camaronesa insistia em jogadas pelo meio-campo, mas os japoneses povoavam bem o setor. No primeiro bom ataque dos Camarões, aos oito minutos, Webo cruzou na área para Choupo Moting, mas o atacante não conseguiu o domínio ideal para a finalização.

O Japão ameaçou pela primeira vez aos 16 minutos, Matsui desceu pela direita e cruzou para a área, mas Souleymanou, atento, fez a defesa. Samuel Eto’o, a grande esperança dos africanos, pediu muitas vezes a bola mas quando esta lhe chegava, e poucas vezes lhe chegou, os japoneses estavam lá bem posicionados e combativos para roubar-lhe qualquer brilharete.

O Japão não criava grande perigo até ao minuto 38, Matsui cruzou para o segundo poste, a defesa camaronesa falhou e Honda apareceu livre rematando para o 1 a 0.

Na segunda parte os Leões Indomáveis vieram a procura do empate e, logo aos três minutos, Eto’o fez uma grande jogada, passou por três marcadores e cruzou rasteiro, mas Choupo-Moting rematou para fora.  Mesmo depois das alterções de Paul Le Guen, primeiro tirou o médio Matip e colocou o avançado Emana e com as entradas de Geremi e Idrossou, a equipa africana continuava sem conseguir ultrapassar a muralha à meio campo criada pelos japoneses, que passaram a jogar mais em contra-ataques.

Aos 81 minutos, num desses contra-ataques Hasebe recebeu a bola à entrada da área e rematou para o ângulo da baliza obrigando Souleymanou a fazer grande defesa. No ressalto, Okasaka acertou na trave, mas estava fora de jogo.

Aos 80 minutos, a jabulani quase surpreendeu o guarda-redes Kawashima Mbia remata com jeito e a bola ganha um efeito caprichoso indo acertar no travessão. Era o tudo por tudo dos Camarões que nos descontos finais puderam empatar mas o guarda-redes Kawashima brilhou e garantiu a primeira vitória da seleção japonesa num jogo de estreia em Campeonatos do Mundo da FIFA.

A segunda jornada do Grupo E disputa-se no dia 19 e terá o duelo entre os líderes, Holanda e Japão, que em caso de vitória podem garantir a classificação para os oitavos, Camarões e Dinamarca jogam entre si em Pretória e só a vitória interessa às duas seleções para continuarem no torneio.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!