Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

ISArC discute Património da Humanidade e Ensino de Arte

Realiza-se a partir da amanhã, 18, até o dia 20 de Março, o Seminário Sobre Timbila, Pinturas Rupestres e Ensino de Artístico. O evento tem lugar no Instituto Superior de Artes e Cultura (ISArC). O evento contará com a participação do mestre Venâncio Mbande e do músico Cheny Wa Gune.

No primeiro seminário, a realizar-se no dia 18, a partir das 9 horas, nas suas instalações, sob o lema “Revitalização do Património da Timbila”, tem-se como objectivo consciencializar a sociedade sobre o seu valor cultural, e discutir sobre o Plano de Acção submetido à UNESCO no ano em que a Timbila foi proclamada património cultural da humanidade.

No segundo dia, Quarta-feira, 19, à mesma hora e local, serão divulgados e discutidos os resultados da pesquisa sobre o “Ensino das Disciplinas Artísticas nas Escolas Secundárias da cidade da Matola”, um trabalho levado a cabo pelo Centro de Estudos e Recurso (CER) do ISArC.

Para encerrar o ciclo de palestras, na quinta-feira, 20, com início marcado para as 8horas, desta vez no espaço do Núcleo Nacional de Arte, far-se-á a apresentação de uma exposição sobre pinturas rupestres, seguida de discussão sobre o seu uso pedagógico no país, com objectivo de chamar atenção ao extraordinário potencial deste património escondido e em avançado estado de degradação.

Com estes seminários, o ISArC espera estimular os investigadores à pesquisa e a busca de soluções alternativas através de parcerias com outras instituições nacionais e internacionais.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!