Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Irritada com erro, imprensa inglesa discute com chefe de arbitragem

O chefe de arbitragem da Fifa, José María García-Aranda, conheceu esta terça-feira a ira da imprensa da Inglaterra. Irritados pelo erro do juiz Jorge Larrionda, que não validou um golo claro de Frank Lampard na derrota para a Alemanha, jornalistas ingleses chegaram a discutir com o espanhol durante entrevista com jornalistas em Pretória.

Em nenhum momento, Aranda reconheceu o erro do uruguaio ou deu uma opinião clara sobre o uso de tecnologia no futebol. ” Estou aqui para falar do treino dos árbitros, de como estamos a trabalhar para a evolução deles. Está claro para os juízes que a tecnologia está fora do futebol hoje. O uso ou não diz respeito à Fifa e International Board, que são os responsáveis pelas regras. Minha opinião é que o árbitro deve tomar decisões com o que viu no momento. Trabalhamos para dar melhores condições a eles” disse o espanhol.

A partir daí, a mesma pergunta repetiu-se: o que o senhor acha do uso da tecnologia? Sempre, Aranda respondia a mesma coisa, que isso não depende dele.

Irritado, um repórter inglês afirmou que “não estamos na Coreia do Norte” e que o espanhol poderia dar sua opinião. Recebeu “Se não gostou, problema seu” como resposta.

Em seguida, outra discussão, outro inglês disse que viu o trabalho dos árbitros em Pretória e achou muito fraco. ” Vi auxiliares a errarem vários foras de jogo aqui no treino. Também vi juízes a darem cartões sem necessidade nas simulações. Algo está errado. O treino está mau. No Mundial, acho que só uns dois cartões vermelhos foram justos, os outros não. Esse treino realmente melhora a qualidade deles?”

“Você é especialista? Eu vi o contrário” – respondeu Aranda. “Pelo menos, ele tem uma opinião” ironizou um terceiro inglês.

Aberta para a imprensa, a atividade dos árbitros ficou apinhada de jornalistas esta terça, a maioria procurava declarações de Jorge Larrionda e Roberto Rosetti, que não marcou fora de jogo no gol de Tevez contra o México. Para piorar a vida do italiano, a tela do Soccer City mostrou o erro no replay. “A Fifa tem ordens claras para quem controla a tela. Eles têm que segui-las. Eu não controlo a tela. Há pessoas que fazem isso. Vocês devem perguntar a elas o que aconteceu” disse o chefe de arbitragem.

Ainda lembrando a falha de Larrionda, um inglês quis saber o que Aranda conversou com o uruguaio após a vitória da Alemanha por 4 a 1 . O golo não dado de Lampard seria o de empate de 2 a 2, pois aconteceu quando o placar marcava 2 a 1 para os alemães. Mais uma vez, o espanhol fugiu da resposta e irritou os ingleses. ” Converso com todos os árbitros após os jogos. Fazemos um relatório sobre a atuação e usamos para experiências futuras. Mas é uma coisa interna” concluiu.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!