Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Investidos USD 25 milhões em Tete, Manica, Niasssa e Zambézia

Cerca de 48.800 toneladas de tabaco deverão ser exportadas até finais de 2011 pela Moçambique Leaf Tobacco, graças a um investimento de cerca de 25 milhões de dólares aplicados na campanha agrícola 2010/2011 nas províncias de Tete, Manica, Niassa e Zambézia.

No global, a firma deverá produzir cerca de 68.300 toneladas de tabaco por cerca de sete mil assalariados, entre permanentes e sazonais.

O envolvimento deste sector na produção do tabaco é feito a coberto de contratos assinados entre os produtores e a direcção da companhia, ao abrigo dos quais a firma fornece insumos agrícolas e semente de milho para garantir a segurança alimentar dos mesmos produtores integrados em associações de 25 membros cada.

Entretanto e na mesma campanha agrícola, a Moçambique Leaf Tobacco aplicou cerca de 12 milhões de dólares em infra-estruturas na área de agronomia e 65 mil dólares na fábrica de processamento de tabaco, um dos tradicionais produtos moçambicanos de exportação.

A empresa começou a operar em 1996 e produz três diferentes tipos de tabaco, nomeadamente Burley, Dark Fired Cured e Virgínia.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!