Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Instituto Nacional de Segurança Social afirma ter melhorado seus serviços em Cuamba

O Instituto Nacional de Segurança Social (INSS) na província do Niassa, que conta com 383 contribuintes (empresas) e 4.374 beneficiários, está a registar uma melhoria satisfatória no que diz respeito ao atendimento do público mercê da inauguração, em Dezembro último, das novas instalações da Direcção Distrital do INSS, que vieram dinamizar o processo de atendimento, desde a disponibilidade de mais espaço de trabalho até à montagem de equipamento para todos os processos administrativos, incluindo a assistência aos contribuintes.

Um comunicado de Imprensa enviado ao @Verdade explica que os contribuintes que não dispõem de equipamento informático ligado à Internet, já têm um espaço e equipamento montado dentro da direcção distrital, onde trabalham os respectivos documentos, sobretudo os referentes aos processos de remissão de guias ou folhas de pagamento de contribuições.

Com a implantação do Sistema de Informações da Segurança Social de Moçambique (SISSMO), em todo o sistema do INSS na província no Niassa, já foi formato manual e físico de expedientes referentes a prestações, tendo passado para o electrónico.

Segundo o mesmo documento, a Direcção Distrital do INSS de Cuamba atende, igualmente, os distritos de Mecanhelas, Metarica e Nipepe, contando actualmente com 383 contribuintes (empresas) e 4.374 beneficiários, dos quais 122 são pensionistas. Destes, 74 são pensionistas por sobrevivência, 46 por velhice e 2 por invalidez.

O distrito de Maúa passou a pertencer à área jurisdicional do INSS de Marrupa, por possuir facilidades espaciais mais favoráveis com Marrupa, relativamente à de Cuamba, onde pertencia até ao ano passado. O INSS na província do Niassa conta, acumuladamente, com 25.793 beneficiários, correspondentes a 1.598 contribuintes.

Em termos de pensionistas, a província conta actualmente com 338, dos quais 209 são de sobrevivência, 118 por velhice e os restantes 11 por invalidez. Espera-se pela atribuição de senhas individuais a cada beneficiário, logo que o sistema entre em rede de internet a nível nacional, no âmbito do processo em curso de informatização e modernização geral do INSS.

Quanto aos contribuintes, o processo já foi concluído pois, cada um deles já tem a respectiva senha, podendo entrar directamente para os serviços pretendidos, sem se deslocar aos balcões do INSS, sobretudo na remessa de guias de pagamento e outras prestações.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!