Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

INSITEC no Corredor de Nacala e na barragem de Mphanda Nkuwa

A INSITEC, empresa com participações em diversos projectos de investimentos financeiros, gestão de carteira de valor e de participações financeiras, acaba de investir no Corredor de Desenvolvimento de Nacala, em Nampula, e no projecto de construção da Hidroeléctrica de Mphanda Nkuwa, em Tete.

Prevê-se que as obras de construção da barragem, refira-se, arranquem em 2014 e estão avaliadas em cerca de 2,9 biliões de dólares norteamericanos, tendo o empreendimento sido concessionado também às empresas Electricidade de Moçambique (EDM), com 20% de acções, e à construtora brasileira Camargo Corrêa que, tal como a INSITEC, detém 40% do capital social de Mphanda Nkuwa.

Por outro lado, a INSITEC está igualmente na CETA Construções e Serviços, onde detém 99,8% do capital social, e ainda na fábrica de cimento CINAC, para além do Banco Comercial e de Investimentos (BCI), onde detém 18,60% de acções, através do método de equivalência patrimonial, segundo apurou o Correio da manhã junto da direcção daquela firma, na passada sexta-feira.

No exercício económico de 2010, a INSITEC reclama ter obtido, entretanto, resultados financeiros líquidos no valor global de 1,7 bilião de meticais e ter elevado o seu capital social de 2500 mil meticais, em 2009, para 100 milhões de meticais, no período em análise.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!