Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Inhambane: expansão da rede nacional de energia

Todas as sedes distritais da província de Inhambane, Sul de Moçambique, estarão ligadas à rede nacional de energia produzida na barragem Hidroeléctrica de Cahora Bassa (HCB), até finais do presente ano de 2011.

O Director da EDM, em Inhambane, Eduardo Inhalo, que revelou o facto, disse que, presentemente, estão em curso trabalhos de extensão da rede eléctrica para as sedes distritais de Panda, Mabote e Funhalouro, no âmbito de um projecto de electrificação rural em curso naquela província, uma das mais empobrecidas do país.

Inhambane tem um total de 12 distritos. Em 2010, a EDM em Inhambane investiu mais de 200 milhões de meticais (6,5 milhões de USD) no reforço da capacidade de fornecimento de energia eléctrica à zona Norte da província, sobretudo através da aquisição e montagem de quatro grupos geradores na central eléctrica de Temane, que permitiram o aumento dos níveis de produção de 1.8 para cinco megawatts.

Segundo a fonte, parte daquele montante foi aplicado nos trabalhos de expansão e melhoramento das redes de média e baixa tensão nas vilas de Vilankulu e Inhassoro, em várias dezenas de quilómetros.

Ele disse tratar-se de um esforço financeiro feito com fundos próprios da EDM, visando o melhoramento do sistema de fornecimento de energia eléctrica às zonas mais recônditas da província, para impulsionar o seu desenvolvimento.

A empresa EDM em Inhambane está neste momento a fornecer energia eléctrica ao distrito de Machanga, na vizinha província de Sofala, beneficiando cerca de 3.700 clientes.

Entretanto, as autoridades governamentais em Inhambane manifestam preocupação com o roubo e vandalização de sistemas de energia produzidos através de painéis solares, afectando principalmente o abastecimento de água às comunidades rurais.

Em 2010, cinco sistemas de energia solar foram vandalizados por desconhecidos, privando de água cerca de 25 mil famílias, nos distritos de Govuro, Vilankulu, Zavala e Morrumbene.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!