Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Inglaterra 0 -Argélia 0: English team joga muito mal e empata com a Argélia

Inglaterra 0 -Argélia 0: English team joga muito mal e empata com a Argélia

As duas equipas entraram em campo com objectivo idêntico, precisavam recuperar os pontos perdidos na primeira jornada por culpa dos frangos dos seus guarda-redes. E começaram por lançar no jogo novos guarda redes, a Inglaterra lançou David James para o lugar de David Green, e a Argélia deixou Faouzi Chaouchi no banco e colocou Rais Bolhi na sua baliza. O jogo foi mau, chato e sonolento e como as balizas estavam bem guardadas não houve golos em nenhuma delas.

Com este resultado, a Eslovênia, que empatou com os Estados Unidos (2-2), lidera o Grupo C com 4 pontos, seguida pelos norte americanos que tem 2 pontos, os mesmos da Inglaterra que marcou menos golos (1 contra 3), a Argélia, que somou o seu primeiro ponto no Mundial, é a última classificada.

Os adeptos que estiveram no estádio Green Point, na cidade do Cabo, esta sexta-feira (ingleses na maioria), só se levantaram das suas cadeiras para cantarem os hinos nacionais. Na restante hora e meia estiveram sentados e entediados.

A Inglaterra tentava tomar a iniciativa, mas esbarrava na boa marcação da Argélia, que alinhou três defesas, com Bougherra colado em Rooney, Yahia vigiando Heskey de perto e de sobra, Halliche limpava a área. Sem criatividade, com Gerrard falhando passes simples e Lampard tocando apenas de lado, os dois atacantes ficaram completamente isolados. A bola vinha mais pelo ar e a defesa argelina levou a vantagem na maioria das vezes.

A equipe africana, por sua vez, fazia um jogo esperto: na marcação, nove jogadores atrás da linha da bola. Quando retomavam a posse, desdobravam-se rapidamente e subiam no relvado, com Boudebouz aberto pela direita e Ziane, jogador mais perigoso da equipa no primeiro tempo, pela esquerda.

A única jogada real de golo do English Team foi criada aos 32 minutos, justamente quando a equipe comandada pelo italiano Fabio Capello colocou a bola no chão e fez o jogo que seja se espera: Gerrard dominou no meio, abriu para Johnson, que cruzou para a área. A defesa afastou, mas Lampard ficou com a bola, bateu de esquerda e obrigou o guarda-redes M’Bolhi a defender com uma palmada.

David ‘Calamidade’ James também deu alguns sustos, fazendo jus ao apelido, na baliza inglesa. O primeiro logo aos quatro minutos, quando a bola veio pelo alto, e em vez de encaixar, o que seria natural, ele esmurrou a bola e a mandou para cima, arrancando um “uhhhhh” do Green Point. Apesar do susto, James não teve muito trabalho.

A segunda parte foi igulamente má, percebendo que a Inglaterra não era tão temível como supunha, a Argélia subiu a sua marcação, passando a pressionar a saída de bola dos ingleses e tentou ameaçar logo na saída. Mas o problema é que faltou qualidade técnica na hora de se aproximar da área inglesa. Ziane e Boudebouz tentavam tabelas para se aproximar de Matmour, mas erravam passes.

Insistindo demais em jogadas pelo centro os ingleses não criavam perigo , Heskey, dentro da área, ficava desesperado porque nem os alas, nem Lennon, que deveria aparecer pela direita, não chegavam à linha de fundo. Muito menos a bola. Na única bola que recebeu em condições acabou ensanduichado pela defesa.

O técnico Fabio Capello tentou melhorar o jogo colocando Shaun Wright-Phillips no lugar de Lennon e depois tirou Heskey para colocar Defoe. A Inglaterra ficou pior, e Rooney? Ninguém sabe, ninguém viu. A paciência dos 64.100 torcedores esgotou-se aos 85 minutos, quando Gerrard tentou mandar uma bomba da intermediária e saiu apenas um remate fraco, rasteiro, para longe da baliza argelina.

Ainda houve tempo para a entrada do grandalhão Crouch, que nada fez. Na última jonada, os ingleses têm de derrotar os eslovenos para assegurar uma das vagas do grupo nos oitavos de final.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!