Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Incorporação da Serra nos limites da Gorongosa é uma aspiração que data desde os anos 60

Em Julho de 2010, o Governo de Moçambique tornou pública a decisão de alterar os limites do Parque Nacional da Gorongosa e nele incorporar a Serra da Gorongosa (acima dos 700 metros).

A incorporação da Serra nos limites da Gorongosa foi um dos melhores presentes do quinquagésimo aniversário do Parque. Afinal, a incorporação da Serra nos limites da Gorongosa não era um sonho novo, veio dar satisfação a uma velha aspiração – de facto uma necessidade – que tinha sido apresentada nos anos 60 pelo então ecologista do PNG, Dr. Kenneth Tinley.

As florestas da Serra proporcionam a função essencial de captação das águas das chuvas que alimentam os rios que fluem para o Parque e para os seus lagos e planícies aluviais.

Nesta data foi também estabelecida oficialmente uma zona tampão com cerca de 3.300 quilómetros quadrados. Ainda no cinquentenário do Parque foi inaugurado o Centro de Educação Comunitária da Gorongosa, cerimónia testemunhada pelo nosso jornal.

O Centro é o lugar onde convergem os esforços multi-disciplinares da Conservação, da Saúde Pública e da Educação do Projecto de Restauração da Gorongosa.

O Centro tem servido igualmente como lugar de encontro para os diferentes parceiros sociais poderem discutir e debater os sérios aspectos humanos e ambientais com que o ecossistema da Gorongosa hoje se confronta.

Profissionais nas áreas da ecologia, silvicultura, fauna bravia, agronomia, saúde, planeamento, economia, ciências sociais, ecoturismo e outras estão a colaborar no planeamento e execução do Projecto de Restauração da Gorongosa.

Obviamente apoiam-se nos conhecimentos e nos líderes locais de forma a que este ecossistema interligado possa apoiar a diversidade de vidas que dele depende.

“Estamos seguros que os próximos anos vão ser ainda mais apaixonantes e estão todos desde já convidados a visitarem Moçambique e a Gorongosa, para poderem testemunhar o renascer de um destino turístico de características únicas e que é simultaneamente um dos mais belos e espantosos parques de fauna bravia de todo o mundo” – sublinham os gestores do Parque num comunicado enviado à nossa Redacção.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!