Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

INAV altera temporariamente código de estradas

O Instituto Nacional de Viação (INAV), em coordenação com Município de Maputo, a empresa Transportes Públicos de Maputo, a Confederação Moçambicana dos Transportadores Rodoviários (FEMATRO) e a TRAC, vai introduzir a partir do próximo domingo, uma alteração excepcional e temporária na circulação de viaturas que entram e saem na cidade do Maputo, por forma a ensaiar uma solução para reduzir os níveis de congestionamento na capital do país.

Segundo o anúncio feito, última sexta-feira, pelo INAV, a experiência terá lugar nos dias seis e nove de Fevereiro, nos troços entre a portagem do Maputo, avenida da OUA e o cruzamento entre as avenidas 24 de Julho e Albert Luthuli, no Bairro do Alto Maé.

A alteração estabelece que no intervalo entre as seis e nove horas da manhã daqueles dias, todas as faixas de rodagem no troço entre a Praça 16 de Junho até ao cruzamento entre as avenidas 24 de Julho e Alberth Luthuli estarão abertas apenas ao tráfego de viaturas que estiverem a seguir para o centro da cidade do Maputo, devendo as saídas, serem por vias alternativas, nomeadamente, através das avenidas das Nações Unidas e Rio Tembe e do Trabalho.

Ainda no mesmo período, o troço entre a portagem e a praça 16 de Junho, terá uma parte da faixa para as viaturas que seguem no sentido Maputo-Matola, reservada para as que seguem no sentido contrário, fazendo com que a entrada para o centro da capital do país, seja feita em três faixas de rodagem.

Segundo o director nacional adjunto do INAV, Jorge Muiambo, com esta medida espera-se testar formas alternativas para melhorar a fluidez do tráfego, onde durante largo as horas de pico, os congestionamentos abrigam a uma circulação com velocidade média entre cinco e dez quilómetros por hora.

“Dependendo do resultado destes testes, poderemos decidir pela implementação definitiva ou não desta medida”, disse Muiambo, falando em conferência de imprensa.

As autoridades reconhecem que, na melhor das hipóteses, a medida pode, apenas, minimizar o congestionamento de algumas vias, mas não vai resolver em definitivo a actual situação do tráfego, que chega a ser caótico em alguns momentos do dia.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!