Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Cinco piratas somális vão ser levados a julgamento

Cinco piratas somalis capturados aquando da libertação de um cargueiro sul-coreano chegaram, domingo, à Coreia do Sul onde serão julgados por roubo, tentativa de assassínio e desvio de navio, informaram as autoridades locais.

Um despacho da agência noticiosa AFP refere que os cinco homens tinham sido detidos no passado dia 21, quando a marinha sul-coreana realizou uma operação para libertar o navio Samho Jewelry.

Os cinco somalis chegaram a Seul a bordo de um avião especial e seguiram depois para a cidade portuária de Busan (Sul), disse um porta-voz da guarda-costeira.

Os piratas são acusados de roubo, tentativa de assassínio e desvio de navio, disse o porta-voz à AFP. A Polícia marítima criou uma equipa especial de 50 EFEMÉRIDES CM pessoas para trabalhar neste processo.

“A investigação decorrerá em Busan porque o sequestro se verificou em águas internacionais e o navio e o capitão ferido pertencem” a esta cidade portuária sul-coreana.

De acordo com a agência Yonhap, os cinco somalis, com idades entre os 19 e pouco mais de 20 anos, são acompanhados por advogados nos interrogatórios, com tradução em somali, inglês e coreano.

O cargueiro sul-coreano, com 21 tripulantes, foi capturado a 15 de Janeiro por piratas somális. Seis dias depois, o navio foi libertado no decorrer de uma operação da marinha sulcoreana que fez oito mortos entre os piratas.

Na altura foram detidos cinco piratas. O capitão do navio, atingido com três tiros durante a operação de resgate, foi repatriado no sábado e encontrase em estado crítico.

Os piratas somális têm estado a aterrorizar marinheiros praticamente em toda a costa do Oceano Índico, tendo inclusivamente feito reféns na costa moçambicana, em finais de 2010.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!