Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Holanda disponibiliza 41,2 milhões de meticais a Moçambique

Um montante equivalente a cerca de 41,2 milhões de meticais acaba de ser colocado à disposição de Moçambique pela Holanda para a identificação e certificação de produtos agrícolas nacionais destinados à exportação para o mercado europeu.

Melhor qualidade do produto e embalagem, certificação e registo de marcas de produtos fazem parte do lote de requisitos exigidos pela União Europeia (UE) para receber bens oriundos de Moçambique, segundo João Macaringue, presidente do Conselho de Administração do Instituto para a Promoção de Exportações (IPEX), falando esta quarta-feira ao Correio da manhã.

O processo de identificação de produtos agrícolas destinados à exportação decorre desde 2008 e abrange alguns bens tradicionalmente exportados para vários mercados mundiais, de acordo ainda com aquela fonte governamental, apontando a castanha de caju, fruta, banana, ananás, piripíri e artesanato como “alguns dos produtos que estão a ser exportados, mas sem aceitação por falta de qualidade”.

Nos próximos dois anos, aquela instituição prêve que “um número significativo de operadores económicos consiga reunir grande parte dos requisitos da UE, entre eles os que se referem ao respeito pelo meio ambiente”, segundo ainda Macaringue, acrescentando que “o desafio é aumentarmos os níveis de exportação de produtos agrícolas nacionais, dado que este sector está a ser dominado por mega- projectos industriais”.

O processo de inventariação e melhoramento da qualidade de produtos agrícolas elegíveis para exportação ao mercado europeu está a ser apoiado pelo Centro Europeu de Promoção de Importações dos Países em vias de Desenvolvimento (CBI), segundo ainda o presidente do Conselho de Administração do Instituto para a Promoção de Exportações, falando esta quartafeira, em Maputo, à margem do encontro visando o estudo do alargamento da base de exportações agrícolas moçambicanas.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!