Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Holanda 2 – Eslováquia 1: O que eles disseram no final do jogo

“Jogamos bem nos primeiros 30 minutos. Também começamos bem na segunda etapa, mas não conseguimos fazer logo o segundo golo. Depois, o Maarten Stekelenburg salvou-nos em dois lances. Claro que é fantástico ver o Robben voltar de uma lesão marcando um golo como aquele.” Bert van Marwijk, técnico da Holanda.

“Foi muito bom, mas não ainda não fizemos o nosso melhor jogo. O mais importante é que vencemos a partida. Ainda está por vir o nosso jogo perfeito. Agora, todos estão esperando pelo Brasil. Estamos contentes por termos passado de fase, mas acredito que ainda precisamos melhorar para os quartos de final. Contra o Brasil precisaremos jogar um pouco melhor do que hoje. Estou muito satisfeito com o meu rendimento. Ainda não estou 100% recuperado, mas foi mais do que suficiente por hoje.” Arjen Robben, atacante da Holanda eleito melhor do Jogo.

“Precisávamos ter marcado mais rapidamente o segundo golo depois do intervalo. Daí o jogo estaria decidido. O Arjen é um grande jogador e muito valioso para nós. O golo lembrou os muitos que ele costuma marcar pelo Bayern.” Mark van Bommel, meio-campista da Holanda.

“No segundo tempo, houve alguns momentos em que as coisas não foram tão bem para nós. Jogamos muito recuados. A partir dos 25 minutos da segunda etapa, voltamos a gostar do jogo. Espero que consigamos mostrar um melhor rendimento na próxima partida, mas agora queremos primeiro comemorar por termos passado de fase. Esta partida pode ter sido um momento crucial na nossa campanha. Os meus cumprimentos ao Maarten [Stekelenburg]. Ele transmite segurança à defesa e é um sucessor fantástico para o Edwin van der Sar.” Joris Mathijsen, defesa da Holanda.

“A Holanda foi um adversário muito forte. Jogamos com o coração e com garra e estamos orgulhosos de termos chegado até as oitavas. Mas a melhor equipe passou para a próxima fase. O golo de pênalti deu-nos pelo menos um bom sentimento para a viagem de volta para casa.” Vladimír Weiss, técnico da Eslováquia.

“Voltaremos para casa orgulhosos e satisfeitos. Estamos realmente orgulhosos do que mostramos aqui. Não apenas hoje, mas desde o primeiro até o último jogo. Para os eslovacos, somos campeões. Espero que possamos comemorar isso. Estou feliz por mim mesmo, porque mostrei a todos que sou capaz de marcar gols.” Robert Vittek, atacante da Eslováquia.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!