Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Heróis nas ruas de Maputo

Heróis nas ruas de Maputo

Josina Machel

Destacada combatente da Luta de Libertação Nacional, notabilizou-se na luta pela emancipação da mulher moçambicana e na protecção das crianças órfãs tendo, para o efeito, construído infantários particularmente na região oriental da Frente de Niassa. Nasceu a 10 de Agosto de 1945 e faleceu a 7 de Abril de 1971.

Filipe Samuel Magaia

Moçambique vai recordar sempre o político que “saiu das trevas”. Durante muito tempo esquecido, este herói nacional foi um dos mais abnegados combatentes pela autodeterminação e independência de Moçambique. Filipe Samuel Magaia é um dos melhores filhos da pátria. Foi o primeiro chefe do departamento de Defesa e Segurança da Frente de Libertação de Moçambique (FRELIMO). Nascido a 7 de Março de 1937, no distrito de Mocuba, província da Zambézia. Magaia e Adelino Guambe, ambos, ainda jovens – Gwambe com 20 e Magaia com 23 anos – fundaram a União Democrática Nacional de Moçambique (UDENAMO), o primeiro movimento nacionalista moçambicano que mais tarde se fundiria com outros pela mão de Guambe para dar lugar à Frelimo em que Eduardo Chivambo Mondlane viria a ser eleito primeiro Presidente.

 

Samora Machel

Foi o primeiro Presidente de Moçambique, de 25 de Junho de 1975 a 19 de Outubro de 1986. Nasceu a 29 de Setembro de 1933 em Madragoa, Gaza e morreu, vítima de acidente de aviação, a 19 de Outubro de 1986, nos Montes Libombo. Foi um líder revolucionário de inspiração socialista carinhosamente conhecido como “o Pai da Nação”. Morreu quando o avião em que regressava a Maputo se despenhou em território sul-africano. Em 1975-1976 foi-lhe atribuído o Prémio Lenin da Paz.

Romão Fernandes Farinha

Foi Chefe Provincial de Operações no Niassa. Morreu subitamente vítima de doença quando, comandando uma unidade de guerrilheiros, se dirigia a um aquartelamento do inimigo com o objectivo de atacá-lo. Natural de Mueda, província de Cabo Delgado, presume-se que tenha morrido envenenado por um suposto curandeiro que lhe deu um medicamento que lhe provocou vómitos até a sua morte.

John Issa

Foi um destacado combatente da Luta de Libertação Nacional. Morreu em combate na província de Cabo Delgado, onde se distinguiu pela sua coragem e inabalável determinação, traduzidas em façanhas militares.

Milagre Mabote

Destacado Comandante da Luta de Libertação Nacional na província do Niassa, tendo tombado em combate na mesma província. Nasceu na Localidade de Chicumbane, na província de Gaza.

Emília Daússe

Foi uma destacada combatente da Luta de Libertação Nacional. Morreu em combate na província de Tete.

Robati Carlos

Foi Chefe dos Serviços de Sabotagem na província do Niassa onde se distinguiu pelas suas façanhas militares. Era natural da província de Cabo Delgado.

Eduardo Mondlane

Eduardo Chivambo Mondlane (Manjacaze, Gaza, 20 de Junho de 1920 – Dar es Salaam, 3 de Fevereiro de 1969) foi um dos fundadores e primeiro Presidente da Frente de Libertação de Moçambique (FRELIMO), a organização que lutou pela independência de Moçambique do domínio colonial português. O dia da sua morte, assassinado por uma encomenda-bomba, é celebrado em Moçambique como o Dia dos Heróis Moçambicanos.

>

Paulo Samuel Kankhomba

Paulo Samuel Kankhomba foi um combatente abnegado da luta de libertação nacional que, devido à sua lucidez política, foram-lhe confiadas várias tarefas importantes como a de comissário político, chefe de Operações em Cabo Delgado e chefe adjunto nacional de Operações, no Departamento de Defesa. Nasceu a 18 de Agosto de 1938, na aldeia de Chilola – uma localidade do então régulo Mataca, no conselho ou circunscrição de Maniamba, actual posto administrativo de Cóbuè, distrito do Lago, província do Niassa.

Francisco Orlando Magumbwe

Francisco Magumbwa nasceu em Messumba, distrito do Lago, província do Niassa. Era filho de Manuel Magumbwa e de Efelida Mponda. Frequentou, da 1ª à 4ª Classe, a Missão de Messumba, tendo trabalhado como enfermeiro também nesta congregação.

José Macamo

Destacado combatente da Luta de Libertação Nacional, prestou treinos militares na antiga União Soviética. Morreu em combate na província do Niassa, onde desempenhava as funções de Chefe de Saúde Sectorial da zona C. Era enfermeiro de profissão, grande estratega militar e sapador.

Tomás Nduda

Foi um destacado combatente da Luta de Libertação Nacional. Tombou no campo de batalha no aquartelamento inimigo do posto administrativo de Nambude, província de Cabo Delgado.

Armando Tivane

Destacado combatente da Luta de Libertação de Moçambique, morreu em combate no quarto sector, na província de Tete.

José Craveirinha

Foi um destacado nacionalista moçambicano, que se distinguiu pelo seu consequente engajamento na Luta de Libertação do seu país, sobretudo através da sua obra poética marcadamente anti-dominação colonial que, por isso mesmo, instigou muitos moçambicanos a aderirem à Luta de Libertação Nacional. Nasceu a 28 de Maio de 1922 e faleceu a 6 de Fevereiro de 2003.

Bernardo Kadjika

Bernardo Kajika nasceu em 1924, em Missumba, província do Niassa. Estudou na Missão Anglicana São Tiago e São Filipe e, terminados os seus estudos primários, trabalhou como enfermeiro na mesma instituição.

Luís Joaquim Marra

Destacado Combatente da Luta de Libertação Nacional. Operou em Cabo Delgado onde morreu em combate.

Francisco Manyanga

Celebra-se no próximo dia 30 de Julho, o trigésimo quarto aniversário da morte de Francisco Manyanga, destacado Comandante da Luta Armada de Libertação de Moçambique e, por conseguinte, um dos grandes Heróis Nacionais. Manyanga comandou o efectivo de guerrilheiros que foi reabrir a Frente de Tete em 1968.

Justino Chemane

Destacado nacionalista moçambicano, cuja obra musical, incluindo o primeiro Hino Nacional, jogou um papel importante no despertar e consolidação da consciência patriótica de muitos moçambicanos. Nasceu a 15 de Outubro de 1923 e faleceu a 19 de Janeiro de 2004.

Belmiro Obadias Muianga

Destacado combatente da Luta de Libertação Nacional. Morreu em combate no quarto sector, província de Tete.

Solomone Machaque

Foi um destacado combatente da Luta de Libertação Nacional. Dirigiu os guerrilheiros que abriram a região operacional do Niassa Oriental e foi Chefe do Centro de Tunduru por muitos anos onde se distinguiu pela seu apego à produção agro-pecuária o que muito contribuiu para a promoção do princípio pedagógico de ligação estudo-produção. Nasceu a 20 de Setembro de 1920, na província de Sofala, e faleceu a 9 de Dezembro de 2003 nessa mesma província.

Osvaldo Tanzama

Foi Chefe do Departamento de Defesa no Niassa, tendo dirigido, igualmente, o Centro Educacional de Tunduru e o Centro de Preparação Político-Militar de Nanchigweya. Depois da Independência foi o primeiro Comandante da Polícia de Moçambique, Governador da Zambézia e Secretário do Estado da Defesa para os Antigos Combatentes. Nasceu a 15 de Setembro de 1940 e faleceu a 7 de Outubro de 2001.

Fernando Matavele

Foi um destacado Comandante da Luta de Libertação no Niassa. Foi Comandante do Centro de Nanchigweya, desempenhou as funções do Chefe do Departamento de Defesa em Tete, de Comandante da Frente de Manica e Sofala, de Governador da Província de Sofala e de Comandante Militar da província de Gaza. Nasceu a 5 de Maio de 1929 e faleceu a 16 de Julho de 2001.

Sebastião Marcos Mabote

Foi Chefe das Operações Militares no Niassa e Chefe Nacional das Operações da FRELIMO. Depois da Independência foi nomeado Vice-Ministro da Defesa Nacional e Chefe do Estado Maior General. Nasceu a 18 de Maio de 1941 e faleceu a 27 de Janeiro de 2001.

António Langa

Destacado combatente da Luta de Libertação Nacional.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!