Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

HCB vai concluir reparação da linha para África do Sul no fim de Março

As obras de reparação das três torres e respectivos cabos eléctricos de uma das linhas de transmissão de energia da Hidroeléctrica de Cahora Bassa (HCB) para a África do Sul ficarão concluídas no dia 30 de Março em curso.

Um comunicado da HCB difundido pela Imprensa refere que no 21 de Janeiro de 2013, devido aos efeitos das cheias ocorridas em Moçambique, a força destruidora das águas provocou a queda de uma torre e a danificação de outras duas torres adjacentes, na zona de Pafúri, província de Gaza, culminando, deste modo, com o arrastamento da linha de escoamento de corrente eléctrica para a ESKOM, empresa sul-africana de venda e distribuição de corrente eléctrica na África do Sul.

Logo a seguir a ocorrência, foram accionadas medidas, visando rápido restabelecimento da transmissão em pleno. Foram feitas inspecções ao local e imediatamente foram desencadeadas diligências urgentes para a reparação dos danos causados pelas cheias.

Assim, a Hidroeléctrica de Cahora Bassa fechou no dia 25 de Fevereiro de 2013 um contrato de empreitada para o restabelecimento operacional da Linha. Para dar início à intervenção das equipas técnicas, foi necessário primeiro desencadear-se uma operação de desminagem da zona, para garantir a segurança dos técnicos e operários, uma vez que se suspeitava que as águas pudessem ter arrastado para o local minas anti-pessoal.

Concluída a operação de desminagem, seguiram-se a desmontagem das torres danificadas e a montagem das novas torres e dos respectivos cabos de transmissão, trabalho este que será concluído no dia 30 de Março de 2013, altura em que então será reposta em pleno a normalidade de transmissão.

O contrato assinado com o consórcio empreiteiro para o restabelecimento da linha danificada também prevê que o mesmo venha a apresentar um projecto de melhoria das condições de segurança das linhas de transmissão de energia eléctrica da Hidroeléctrica de Cahora Bassa para a África do Sul, em zonas propensas a inundações, por forma a serem evitados danos materiais nas linhas de transmissão com situações similares à ocorrida este ano e também em 2000.

Como consequência do acidente, a HCB regista uma redução em cerca de 30% em termos de quantidade de energia vendida ao seu principal cliente, a sul-africana ESKOM. A transmissão dos restantes 70% está assegurada através de outras infra-estruturas que a empresa possui.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!