Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Gravidez precoce origina desistências escolares

Meninas com idades compreendidas entre 15 a 18 anos estão a desistir em massa das escolas primárias e secundárias, na cidade e província de Nampula, seu alegado envolvimento abusivo em actos sexuais sem protecção, que acabam resultando em grávidas precoces.

Esta questão está a comprometer os planos do governo moçambicano, que preconizam, entre várias questões, o acesso à Educação por parque da rapariga e a expansão da rede e efectivos escolares. Em Nampula, a situação tende já atingir o cúmulo, porquanto quase todas as escolas reportam estes casos de grávidas indesejadas, conforme apurou a nossa reportagem das autoridades de educação locais.

A representante do Estado no Município de Nampula, Felicidade Costa, que desde quarta-feira efectua visitas de trabalho a alguns estabelecimentos de ensino, teve oportunidade de se deparar com aquela triste realidade. Na Escola Primária e Secundária de Nampaco, aquela governante foi informada da ocorrência de seis casos de alegado abandono das aulas por engravidamento nos últimos dois meses, enquanto na Escola Primária de Mutomote teve conhecimento de igual número de professores falecidos, vitimas de doenças prolongadas.

A direcção da Escola Secundária de Namicopo II, denunciou, igualmente, à representante do Estado questões de assédio sexual de alunas e de casos de desistências naquela unidade escolar. Nos vários encontros que Felicidade Costa manteve com o corpo docente, os professores referiram, ainda, situações de criminalidade em recintos escolares e da insuficiência de salas de turma. A comunidade escolar solicitou o envolvimento do governo local na busca de soluções de alguns problemas, tendo adiantado com o pedido para o envio urgente de elementos da policia para garantirem segurança em determinadas escolas.

A falta de carteiras, sanitários condignos para alunos e professores, incluindo muros de vedação de certos espaços escolares, foram outras preocupações apresentadas ao governo da cidade de Nampula.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!