Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Grafite de Ancuabe na Alemanha e China a partir de 2012

Quantidades não estimadas de grafite a ser produzido no distrito de Ancuabe, em Cabo Delgado, deverão ser exportadas a partir dos meados de 2012 para Alemanha e China, segundo Eliseu Machava, governador daquela região do Norte de Moçambique.

A sua produção e exportação serão asseguradas pela firma alemã Graphit Kropfmuhl, eleita pelo Governo moçambicano para explorar o recurso, devendo apresentar até finais de 2011 os resultados do estudo de viabilidade do projecto, segundo ainda aquele governante, falando em entrevista ao Correio da manhã.

“O grafite de Ancuabe está em quantidades bastante comercializáveis e o interesse daqueles investidores resulta da recente extensão da rede eléctrica nacional para a região”, explicou Eliseu Machava, indicando em seguida que o contrato de exploração da mina foi inicialmente atribuído a uma companhia suíça que não conseguiu explorá-la devido aos elevados custos de produção causados pela então falta de energia eléctrica.

Segundo igualmente o governador de Cabo Delgado, o grafite de Ancuabe é bastante procurado nos mercados da Alemanha e China para a produção de lubrificantes, lápis e produtos electrónicos, entre outras aplicações industriais.

Enquanto isso, há perspectivas de se desenvolver um outro projecto de pesquisa de grafite no distrito de Chiúre, ainda em Cabo Delgado, onde há suspeitas da sua ocorrência em pelo menos duas áreas daquela região.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!