Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Governo confirma ataque à base da Renamo em Maríngue

As Forças de Defesa e Segurança atacaram na a manhã desta segunda-feira (28) uma base da Renamo localizada no distrito de Marínguè. Segundo o Governo, que confirmou a operação através do director nacional adjunto da Política de Defesa, Manuel Mazuze, não houve registo de vítimas em ambas as partes, apesar de a troca de tiros ter durado mais de duas horas.

O ataque teria surgido em reacção das Forças de Defesa e Segurança a uma emboscada orquestrada pelos homens armados da Renamo, que depois se puseram em fuga. As FDS teriam encetado uma perseguição que desembocou na base de Renamo em Marínguè, onde começou a troca de tiros entre as duas partes, segundo narrou o director nacional adjunto da Política de Defesa, Manuel Mazuze.

A troca de tiros teria iniciado às 11 horas tendo-se prolongado até por volta das 13 horas, momento em que os homens da Renamo teriam abandonado o local. “As Forças de Defesa e Segurança prosseguem acções de desactivação do local, que era usado para preparar ataques às forças governamentais”, Manuel Mazuze.

Em conferência de imprensa, Mazuze informou que ainda esta segunda-feira, na zona de Muxúnguè, houve mais uma ataque a dois camiões, mas não houve vítimas humanas. Na ocasião este garantiu não haver nenhum plano de assassinar o líder da Renamo, Afonso Dhlakama, pois no seu entender se tal plano existisse, o mesmo já teria sido protagonizado.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!