Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Governo atribui três novas concessões carboníferas

O Governo de Moçambique vai atribuir, até finais de 2012, três novas concessões de pesquisa e prospecção de carvão no país. Esta informação foi avançada por Costa Júnior, quadro do Ministério dos Recursos Minerais, num encontro sobre gestão de recursos naturais realizado em Maputo.

De acordo com Costa Júnior, foram identificadas no país mais sete bacias carboníferas com muito potencial nas províncias de Niassa, Cabo Delgado, Tete e Manica, no Norte e Centro do país. “Até 2013 o Estado vai atribuir mais duas ou três concessões de pesquisa e prospecção de carvão. Recentemente, foram identificadas novas áreas com potencial para ocorrência de carvão em Niassa, Manica, Tete e Cabo Delgado”, disse.

Até ao momento, foram atribuídas 105 concessões de pesquisa e prospecção deste recurso mineral. Enquanto isso, as minas de Moatize e Benga, em Tete, desenvolvidas pela Companhia brasileira Vale e pela mineradora australiana Riversdale, respectivamente, estão numa fase avançada, prevendo- se o início da produção nos princípios do segundo semestre do corrente ano. De referir que em Moatize a Vale investiu mais de 122 milhões de dólares para desenvolver a mina de Moatize.

A Riversdale, por seu turno, vai produzir numa fase inicial dois milhões de toneladas de carvão por ano na mina de Benga, uma quantidade que deverá aumentar para 20 milhões de toneladas/ano a partir de 2016.

Segundo o interlocutor, estes dois projectos vão desenvolver centrais termoeléctricas que vão produzir dois mil megawatts, em Benga, e 2600 megawatts, em Moatize.

Costa Júnior acredita que com a dinâmica que o país regista na procura de carvão por mineradoras internacionais, Moçambique poderá tornar-se num dos maiores produtores e exportadores de carvão do mundo.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!