Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Governo aprova estratégia de controlo da raiva

O Governo moçambicano aprovou, terça-feira, em Maputo, a Estratégia de Controlo da Raiva para o período 2010/2014. Esta iniciativa, orçada em 222 milhões de meticais (cerca de 6,2 milhões de dólares americanos), visa reduzir a incidência da raiva no país.

 

Falando a imprensa no final da 42/a sessão ordinária do Conselho de Ministros, o porta-voz do Governo, Alberto Nkutumula, disse que as acções a serem realizadas no âmbito desta estratégia incluem a sensibilização da população sobre a importância de vacinação contra a raiva, recolha de cães vadios, realização de campanhas de vacinação de cães, entre outras.

 

“Em Moçambique existem cerca de 800 mil cães, mas a taxa de cobertura da vacinação destes animais ainda é baixa, estimando-se em nove por cento”, disse Nkutumula, que é também vice-Ministro da Justiça.

Estima-se que 177 pessoas morreram nos últimos quatro anos, em Moçambique, devido a raiva. Segundo Nkutumula, a baixa cobertura da vacinação tem a ver com diversos factores, com destaque para a limitação de recursos financeiros, falta de notificação de doenças relacionadas com a raiva às entidades sanitárias, insuficiência de técnicos veterinários, entre outros.

Ainda na sessão da terça-feira, o Conselho de Ministros aprovou o Estatuto dos Magistrados Judiciais, o regulamento de uniformes militares das Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM) e o Plano Nacional para o Avanço da Mulher (2010-2014).

Orçado em 34,7 milhões de meticais, o plano para o Avanço da Mulher surge para dar prosseguimento aos dois documentos anteriores sobre esta matéria que, na opinião do Governo, tiveram um largo sucesso, considerando o aumento dos níveis de acesso da mulher aos diversos serviços, com destaque para a educação e saúde bem como para a projecção da mulher nos cargos de governação.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!