Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Cheias em Gaza: balanço mantém-se em seis mortes

As autoridades governamentais de Gaza reiteraram, quinta-feira, em Xai-Xai, capital provincial, o registo de seis óbitos por afogamento devido as inundações durante a presente época chuvosa nesta região Sul de Moçambique.

Trata-se de dois pescadores, uma criança, uma mulher e dois jovens, que encontraram a morte em diferentes circunstancias nos distritos de Massingir, Guijá, Chibuto, Bilene e Xai-Xai.

A informação foi avançada pela Secretária Permanente do Governo provincial, Francisca Maluana, durante a visita de dois dias, iniciada, Quinta-feira, que a Presidente do parlamento moçambicano (AR), Verónica Macamo, efectua a Gaza, onde se vai inteirar do impacto das inundações e verificar o nível de assistência as famílias assoladas.

As inundações em toda a província de Gaza afectaram 23.632 famílias e destruição de mais de 12.440 hectares de culturas diversas, dos quais 10.740 são de milho.

Actualmente, alguns troços de estrada, tais como os que ligam a zona de Mapai e Maxaila; Massagena e Mavue; Chilembene e Maniquinine, entre outros, encontram-se praticamente intransitáveis.

Um total de 26 escolas, 4.165 alunos e 99 professores foram também afectados devido a chuvas intensas que se registaram na região, causando a subida dos caudais de alguns rios, particularmente o Limpopo e Incoluane.

As autoridades locais referem ainda que três unidades sanitárias do distrito de Chókwè foram destruídas. Também existe dificuldades de acesso a pelo menos 19 unidades sanitárias nos distritos de Massingir, Chókwè, Chibuto, Xai-Xai e Mabalane.

Para melhor elucidar a gravidade da situação que a província viveu em consequência das chuvas, a estacão hidrómetrica de Chokwe registou, no rio Limpopo, um máximo de 6,85 metros no passado dia 24 de Janeiro de 2011. Hoje, volvidas quatro semanas, os níveis caíram para três metros.

Este último cenário mostra que os níveis dos rios em Gaza estão já abaixo do nível de alerta, apesar de ainda não ter terminado a época chuvosa. Os níveis registados na presente época chuvosa são muito mais elevados comparativamente ao mesmo período do ano transacto.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!