Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Gaza reivindica electrificação de três distritos

Os produtores agrícolas dos distritos de Massangena, Chigubo e Chicualacuala, na província de Gaza, Sul de Moçambique, enfrentam problemas relacionados com os elevados custos de produção devido a falta de energia eléctrica. Massangena, Chigubo e Chicualacuala são os únicos distritos de Gaza que ainda não estão ligados à rede nacional de energia eléctrica. O Governo províncial pediu, durante o V Conselho Coordenador do Ministério da Energia, realizado de 3 a 5 do corrente mês, no Posto Administrativo de Chidenguele, distrito de Mandlakazi, a electrificação destes três distritos.

De acordo com a directora da Saúde de Gaza, Nurbai Calú, para além da falta de energia, os camponeses têm dificuldades em obter o diesel para garantir o funcionamento das motobombas. “As populações residentes nos distritos localizados nas bacias do Limpopo e do Save estão a produzir comida, mas enfrentam problemas de escassez de diesel e se houvesse electricidade os problemas de energia para garantir o funcionamento das motobombas estariam resolvidos, assim como os custos de produção baixariam”, disse Calú.

De acordo com a fonte, os problemas de falta de energia não afectam apenas os produtores agrícolas destes três distritos, como também dificultam o funcionamento de algumas instituições públicas e privadas, entre as quais constam as unidades sanitárias e escolas.

A electricidade é um recurso necessário para garantir o desenvolvimento de uma região, bem como o bem-estar da população. A taxa de acesso a energia eléctrica em Moçambique é de 14 por cento, sendo que a maior parte da população não dispõe deste recurso.

Mesmo assim, em relação à expansão da energia, a província de Gaza encontra-se numa posição privilegiada em relação a outras como Niassa e Cabo Delgado, no Norte do país. Em Gaza está em curso a electrificação do distrito de Mabalane, processo que se espera venha a ser concluído ainda este ano. Ao longo deste Quinquénio, que está prestes e terminar, 33.650 novos consumidores foram ligados à rede nacional de energia na província de Gaza.

No que refere a energia solar, nos últimos cinco anos, 662 pessoas da aldeia Mwadjahane, em Mandlakazi, e 12 postos administrativos, nomeadamente Mavue, Zinhane, Saúte, Nhanala, Nalaze, Changanine, Muavaquene, Mazucane, Chibonzane, Maqueze, Godine e vila sede de Chigubo, beneficiaram da instalação de painéis solares.

Neste momento decorre a colocação de painéis solares nas localidades de Ntavene e Pfukwe, no distrito de Mabalane, bem como Mavondze, no distrito de Massingir, cuja conclusão está prevista para este ano.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!