Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Gana insta FIFA a pede validação de golos

O presidente da Federação Ganense de Futebol (GFA), Kwesi Nyantakyi, anunciou terça-feira que o Gana iria recorrer à FIFA, a instância dirigente do futebol mundial, para rever o seu procedimento de validação de golos nas competições de futebol.

O Gana protesta contra um golo que foi recusado à sua equipa nos quartos-de- final do Mundial contra o Uruguai, enquanto um jogador uruguaio tinha parado deliberadamente com a mão uma bola que teria ultrapassado a linha de golo.

O presidente da GFA indicou, no termo dum almoço oferecido à equipa de futebol e à equipa técnica pelo chefe de Estado John Evans Atta Mills terça-feira no Palácio Presidencial, que a Federação estava preocupada pela arbitragem do jogo de quartos-de-final contra o Uruguai durante o qual o árbitro concedeu um penalty em vez dum golo à equipa do Gana. “A GFA decidiu instar a FIFA a rever a validação dos golos nas grandes competições”, sublinhou Nyantakyi.

O presidente da GFA indicou que vários membros da FIFA interpelados sobre os erros de arbitragem pela Inglaterra (principalmente no golo inscrito por Frank Lampard contra a Alemanha que foi recusado), poderão apoiar o requerimento do Gana. O atacante uruguaio Luis Suarez tinha parado deliberadamente um cabeçada do jogador ganense Dominc Addiya no último minuto do prolongamento enquanto o jogo estava empatado (1-1). Ele recebeu um cartão vermelho e um penalty foi concedido ao Gana, mas o goleador Asamoah Gyan rematou a bola sobre a barra transversal.

O Gana perdeu finalmente por 4-2 na série de penalties, daí a sua eliminação da competição.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!