Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

https://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.htmlhttps://www.petromoc.co.mz/Lubrificantes.html
Publicidade

Gabão acolhe reunião de profissionais sobre qualidade da água

Dezenas de profissionais provenientes de vários países africanos iniciaram segunda-feira, em Libreville, uma reunião consagrada à água sob o lema “Garantir a Qualidade de Água para o Cliente: Que Abordagem para as Empresas de Água do Continente Africano?”.

Esta reunião convocada sob a égide da Associação Africana da Água (AAE) visa, entre outros, melhorar as políticas locais da água e tornar mais eficazes os quadros de concertação, para afirmar o papel e a responsabilidade dos atores do setor em cada país. Até ao encerramento da reunião, prevista para sexta- feira, os participantes vão abordar o papel do Estado na definição da política de acesso à água potável e ao saneamento, e na parceria que ele deve estabelecer com as colectividades locais.

Segundo os organizadores, esta concertação deve ser materializada por leis e regulamentos para permitir às comunas inserir-se num diálogo frutuoso com o operador escolhido pelo Estado para a exploração do setor da água e do saneamento. A AAE deseja assim mecanismos de concertação regular, sob a égide dum conselho nacional da água entre as associações de consumidores, as associações municipais e os usuários, agrupados no seio de conselhos de bairros.

A associação africana da água organizou, de 15 a 18 de Março de 2010, o seu congresso em Kampala, no Uganda, que coincidiu com o seu 30º aniversário. Os seus membros são o Benin, o Burkina Faso, os Camarões, o Congo, a Côte d’Ivoire, o Gabão, a Gâmbia, o Gana, a Guiné- Conakry, a Libéria, o Mali, a Mauritânia, o Níger, a Nigéria, a RD Congo, a República Centroafricana, São Tomé e Principe, o Senegal, a Serra Leoa, o Tchad, o Togo e a Tunísia. A AAE é presidida actualmente pelo director-geral da empresa Senegalesa das Águas (SDE), Mamadou Dia.

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Content is protected !!