Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Futsal: Militares vencem estudantes em Nampula

Futsal: Militares vencem estudantes em Nampula

Decorre na cidade de Nampula o Campeonato Provincial de Futsal edição 2014, que movimenta oito equipas, nomeadamente Academia Militar, Petromoc, Veteranos, União Desportiva, Benfica, Universidade Lúrio e faculdades de Educação e Comunicação e de Direito da Universidade Católica de Moçambique. A prova é liderada pela Petromoc.

No último domingo (18), disputou-se a quinta jornada do campeonato, tendo a Academia Militar (AM) vencido a Faculdade de Educação e Comunicação (FEC) da Universidade Católica de Moçambique (UCM), por de 9-8. A Petromoc goleou a Faculdade de Direito (FADIR) da UCM por 13-2 e voltou a cimentar a liderança do campeonato com 12 pontos.

No início da partida, a Academia Militar mostrou a sua superioridade, revelando claramente que estava no Pavilhão dos Desportos do clube Ferroviário de Nampula, palco daquela competição de futsal do nível provincial, para vencer sem muito “sacrifício”. Esta posição repetiu-se ao longo dos 40 minutos, apesar de, nalgum momento, ter enfrentado grandes dificuldades. Quando tocou o apito que dava a indicação do início da partida, os “militares” não tardaram a mostrar a sua superioridade em relação aos “estudantes”.

Aos dois minutos, Nando, num cruzamento de Selinho, abriu o marcador, rematando forte para o fundo da baliza de Eduardo. Correndo atrás do prejuízo, os “estudantes” tentaram mudar o resultado. A partir do meio campo, Neto passou a bola para Carimo, e este, por sua vez, acabou por chutar para fora da baliza contrária. No mesmo minuto, Nando provocou uma grande penalidade, que não foi concretizada com sucesso. Kanana, da equipa adversária, aproveitou- se da situação para fazer um remate que viria a originar o golo do empate.

Os “militares” reagiram. Mas antes a Academia Militar perdeu duas oportunidades de dilatar o marcador. A mesma sorte também teve a equipa da UCM, ao falhar uma grande penalidade. Após uma ligeira paragem, a AM imprimiu outra dinâmica no salão. No décimo minuto, Selinho fez o segundo golo e desequilibrou a equipa adversária. Volvidos dois minutos, Alface faz o terceiro na sequência de um cruzamento de autoria de Jacob. Os “estudantes” perderam a paciência e começaram a cometer faltas.

A Academia Militar aproveitou-se da fraca resposta da equipa adversária para aumentar o número de golos. Kanana fez o segundo golo da sua equipa. Sorte igual teve M’chamo que, nos derradeiros minutos da primeira parte, marcou o golo do empate. Faltando apenas 60 segundos para o fim da primeira parte, Isac fez o quarto para a AM.

No reatamento da partida, os “estudantes” da UCM entraram bastante motivados, com as novas instruções do comando técnico, tendo dominado completamente o jogo, e, nalgum momento, complicado a vida dos “militares”.

O resultado não tardou a chegar. Magasso recebeu a bola dum cruzamento de Carimo e chutou para as malhas da equipa adversária, fazendo, desta feita, o empate (4-4). Algum tempo depois, a equipa da Academia Militar reagiu, mas a FEC da Universidade Católica de Moçambique mostrou a sua superioridade, tendo ficado no comando do marcador

Apesar da vantagem dos “estudantes”, estes mostravam-se cansados, aguardando apenas pelo apito final. A escassos minutos do fim, a partida ficou empatada. Porém, faltando 19 segundos para o término do jogo, Jacob marcou o nono e último golo, que deu a vitória à Academia Militar.

Reacções dos intervenientes

Bernardo Paquelia, treinador da Academia Militar, felicitou os seus jogadores pelo esforço empreendido durante os 40 minutos. “Este era um jogo muito difícil para a minha equipa, pois os nossos adversários nalgum momento foram superiores”, disse.

Por seu turno, Zoheb Ferreira, treinador da FEC-UCM, reconheceu a derrota, felicitou a equipa adversária pela vitória, e disse que a sua colectividade não venceu a partida devido ao cansaço e à falta de sorte.

“Jogámos bem, tivemos as melhores oportunidades, mas quase no final da partida os meus jogadores estavam a ficar cansados e o nosso adversário aproveitou-se disso para nos tirar os três pontos”, afirmou. Até ao fecho da nossa edição a Comissão Provincial de Futsal de Nampula não havia marcado os jogos da 6ª jornada.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!