Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Frelimo deve infundir confiança no povo – Guebuza

Frelimo deve infundir confiança no povo - Guebuza

O Presidente da Frelimo, Armando Guebuza, instou a todos os quadros deste partido, no poder em Moçambique, a continuar a infundir confiança no seio das populações, adoptando soluções mais audazes e inovadoras para os desafios que o país testemunha no seu desenvolvimento.

Falando no final da noite de Domingo, no município da Matola, no encerramento da VII reunião nacional de quadros da Frelimo, Guebuza defendeu que “temos de continuar a ser pró-activos e saber prever o tipo de novos problemas que determinada conquista nos vai apresentar logo de seguida”.

Na mesma ocasião, Guebuza reiterou que as vitorias que a Frelimo vem conquistando se devem ao empenho, sem igual, dos militantes que palmilhando aldeias e bairros, mobilizando as populações nos locais de trabalho e de residência, projectam a imagem do partido comprometido com os anseios mais profundos dos moçambicanos.

Perante mais de dois mil delegados e convidados, Guebuza indicou que é neste tipo de desafios e no cumprimento, com sucesso, das missões que lhes são confiadas que emergem e se destacam os quadros da Frelimo. Ele deixou claro que não são as qualificações académicas, geração ou estrato social que determinam a condição de quadro no partido.

De igual modo, segundo ele, e como a experiência demonstra, a Frelimo tem sabido valorizar o contributo de todos os seus quadros, não importando a sua geração, estrato social ou qualificação académica. Reiterando que a vitoria deste partido nas próximas eleições deve ser esmagadora e convincente, ele indicou que a formulação e implementação de politicas, estratégias e programas da Frelimo foi e sempre será confiada aos quadros que se mostrem mais imersos nos anseios e aspirações do povo.

Guebuza disse que tal imersão provém do contacto e interacção permanente para auscultar as preocupações dos “nossos compatriotas” e, com eles, propor as soluções sustentáveis mais consentâneas com a realidade concreta do lugar e condizentes com os recursos disponíveis. Antes de encerrar esta reunião considerada histórica por ter sido envolvente e participativo, foram apresentadas cinco monções, incluindo a de saudação ao próprio Guebuza pela forma como ele, como Presidente da Frelimo e da Republica, tem sabido orientar os destinos de toda a nação moçambicana.

A moção, apresentada pela Governadora da província de Maputo, a anfitriã, Telmina Pereira, refere que graças a liderança de Guebuza que em todos os cantos do pais é possível constatar o desenvolvimento socio-económico, a elevação da auto-estima, e o facto de que os moçambicanos já acreditam que eles é que devem ser os autores do desenvolvimento do seu próprio país. A mesma monção destaca que o Presidente Guebuza mostrou, durante o mandato prestes a terminar, que é um líder que soube levar a presidência para junto do povo.

Os três dias da VII conferência nacional de quadros da Frelimo foram de intenso trabalho, o que levou Guebuza a afirmar que estes dias constituíram-se em momentos de partilha de reflexões e experiências sobre a acção politica que o partido tem vindo a realizar nas células, círculos, zonas e nos comités distritais e provinciais. “Foram três dias de balanço da nossa caminhada nos últimos cinco anos e de perspectivação do futuro que queremos para Moçambique”, disse Guebuza.

Com efeito, esta reunião, de carácter consultivo, esboçou já a proposta do manifesto eleitoral da Frelimo, tendo em vista a sua participação nas eleições presidenciais, legislativas e das assembleias provinciais, agendadas para este ano.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!