Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Formula 1: Vettel volta a liderar campeonato com vitória no Barein

O atual campeão da F1, Sebastian Vettel, voltou ao topo do Mundial neste domingo com a primeira vitória da Red Bull na temporada no polémico Grande Prémio do Barein, que transcorreu sem incidentes apesar dos protestos populares contra a prova. A 22a vitória do piloto alemão de 24 anos e o primeiro no turbulento reino do Golfo Pérsico fez dele o quarto vencedor diferente em quatro corridas em 2012.

Ele foi pressionado nas últimas voltas pelo finlandês Kimi Raikkonen, campeão do mundo em 2007, que chegou em segundo pela Lotus, à frente do companheiro de equipe francês Romain Grosjean, que subiu ao pódio da categoria pela primeira vez.

O australiano Mark Webber foi o quarto colocado na outra Red Bull, repetindo o mesmo resultado pela quarta corrida consecutiva. “Foi uma prova difícil, extremamente dura”, disse Vettel, que fechou os olhos e respirou fundo no alto do pódio.

Com a principal arquibancada vazia pela metade e poucos espectadores espalhados pelo circuito com capacidade máxima de 45 mil pessoas, o GP esteve longe do normal após dias dominados por rumores de bombas caseiras. Houve embates entre manifestantes antigoverno e tropas de choque quase todas as noites em outros pontos da ilha, e equipes e organizadores respiraram aliviados por a prova ter ocorrido sem problemas na pista.

Vettel, que largou na pole pela primeira vez na temporada após inéditas 15 largadas na primeira posição no ano passado, teve a sua primeira chance no ano de fazer sua tradicional comemoração com um dedo apontado para o alto após cruzar a bandeira quadriculada. Com o combustível acabando, ele foi orientado a encostar imediatamente nos boxes, o que o obrigou a correr para abraçar os mecânicos.

Vettel agora tem 53 pontos, tirando Lewis Hamilton e a McLaren da liderança. O britânico, que terminou em oitavo depois de duas paradas desastrosas nos boxes, tem 49 pontos.

A Red Bull também superou a McLaren na disputa dos construtores.

O alemão Nico Rosberg, vencedor da prova anterior na China e que deu a primeira vitória à Mercedes desde 1955, cruzou na quinta colocação mas será investigado pelos fiscais por manobras sobre Hamilton e a Ferrari de Fernando Alonso.

O britânico Paul Di Resta foi o sexto com sua Force India, Alonso veio a seguir e o brasileiro Felipe Massa finalmente pontuou com a nona colocação, à frente do heptacampeão Michael Schumacher no seu Mercedes.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Related Posts

error: Content is protected !!