Para continuarmos  a fazer jornalismo independente dos políticos e da vontade dos anunciantes o @Verdade passou a ter um preço.

Forças de segurança matam 11 militantes no Paquistão

Dezenas de militantes do Afeganistão cruzaram a fronteira para o Paquistão e atacaram uma aldeia, esta Quinta-feira (12), disseram as fontes militares paquistanesas, num incidente que deve aumentar as tensões entre Islamabad e Cabul.

Onze militantes foram mortos no confronto, que durou várias horas, na região tribal de Bajaur, segundo as autoridades, e dois soldados paquistaneses ficaram feridos.

Os oficiais militares locais disseram que os militantes tomaram posições na vila de Katkot na área de Mamund, e retiraram-se depois de as forças paquistanesas terem trazido reforços.

Bajaur é uma das regiões tribais Pashtun perto da fronteira afegã. Os militares paquistaneses montaram ofensivas recentes na área contra o Taliban paquistanês, ligado à al-Qaeda, que é considerado a maior ameaça de segurança do Paquistão.

Mês passado, o Paquistão acusou a NATO e o exército afegão de não agir contra os refúgios de militantes no Afeganistão, na sequência de um ataque na fronteira que matou 13 soldados paquistaneses.

O Paquistão afirma que está a ser injustamente acusado de apoiar insurgentes no Afeganistão, e que os ataques provenientes do Afeganistão mostram como é difícil para qualquer governo controlar a região montanhosa ao longo da fronteira.

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Related Posts

error: Content is protected !!